Neste artigo vamos explicar tudo o que você precisa para saber quanto o YouTube paga por visitas. Embora estejamos todos mais ou menos claros que 1.000 visitas ou visualizações equivalem a um dólar pago pelo YouTube, em termos precisos isso pode variar muito.

 Desde a duração do vídeo, o nicho, os assinantes, os anúncios até a origem do público que mais te segue, tudo isso pode variar o valor final da receita que você pode obter da plataforma.

Além disso, você deve considerar que o YouTube retém uma parte da sua renda para si. Retirando isso, impostos e outros, você poderá obter um número mais preciso dos ganhos aproximados que significaria para você ter um canal no YouTube. Para saber mais, continue lendo.

100 mil visualizações no YouTube ganha quantoQuanto fatura um vídeo de 100 mil visualizações no Youtube - YouTube

Em média, 100.000 visualizações no YouTube valem cerca de US$ 500.Para participar do Programa de Parcerias do YouTube , seu canal deve atender a determinados requisitos. Uma vez alcançado, você pode ser aceito e começar a ganhar dinheiro criando mais conteúdo. Os requisitos mínimos são os seguintes:

  • Ser maior de 18 anos
  • Ter pelo menos 1.000 inscritos
  • Ter pelo menos 10.000 visualizações no total
  • Ter pelo menos 4.000 horas de visualizações públicas nos últimos 12 meses

Como você pode ver, embora sejam requisitos um tanto simples de serem alcançados, o melhor método para alcançá-los é criar vídeos suficientes para capturar a maior quantidade de público interessado no seu conteúdo.

Publicidade

Para colocar números redondos, se você tiver 24 vídeos de 10 minutos cada, eles devem ter pelo menos 1.000 visualizações cada (visualizações completas) para você começar a monetizar. Claro, você também deve atender pelo menos 1.000 assinantes.

A diferença pode ser muito grande dependendo do país de origem do seu canal. Canais em inglês e registrados em países como Estados Unidos ou países da Europa Ocidental têm um CPM (custo por mil visualizações) superior ao de países de língua espanhola e da América Latina em geral.

Se nos guiarmos por números precisos, um youtuber de tecnologia norte-americano pode ter um CPM de 15 dólares, enquanto um youtuber espanhol ganharia 4 dólares. No caso da América Latina, o pagamento costuma ser de 0,50 a 3 dólares para cada 1.000 reproduções.

Isso também significa que o YouTube paga mais de acordo com o alcance e a globalização de um determinado idioma. Nesse sentido, os canais em inglês são mais bem pagos do que aqueles que criam seu conteúdo em espanhol.

Número de inscritos do canal

À medida que um canal tiver mais inscritos, será mais fácil aumentar as visualizações de seus vídeos, pois quem se inscreveu recebe uma notificação imediata quando um novo conteúdo é carregado. Por esse motivo, muitos youtubers sempre nos lembram que devemos “se inscrever, curtir e ativar o sininho de notificação”.

Publicidade

Agora o fato é que o YouTube não paga pelo número de inscritos que você tem. No entanto, dá preferência aos canais com maior número de inscritos em termos de resultados que retorna ao realizar uma pesquisa.

nicho de conteúdo

De acordo com o tema ou nicho do seu canal, o YouTube paga mais ou menos. No entanto, os nichos mais rentáveis ​​são aqueles em que também há mais concorrência.

Canais com temas de marketing digital, e-commerce, análises de tecnologia, vida fitness, investimentos e gestão de dinheiro, etc., são mais bem pagos do que aqueles voltados para entretenimento ou canais muito especializados.

Público de acordo com idade, país, interesses, etc.

Ao calcular sua receita, não é apenas o país de origem do seu canal que importa, mas também o país de origem do seu público. Seguindo a lógica acima, as opiniões de pessoas que vivem nos Estados Unidos e países da Europa Ocidental lhe renderão mais dinheiro do que as da América Latina.

Para dar um exemplo de quão grande pode ser essa variação, 1.500.000 visitas da Espanha podem significar uma renda de 3.300 dólares. No entanto, se as mesmas visitas vierem do público dos EUA, seu canal terá uma receita de US$ 14.000.

Neste ponto, você também deve adicionar a idade de seus visitantes. Se o público for maior de idade, você receberá mais renda do que se as visitas vierem predominantemente de crianças. Isso ocorre porque o algoritmo detecta que seu conteúdo é voltado para um público infantil que, portanto, não pode se tornar um cliente em potencial.

Visualizações completas e cliques em anúncios

Você se lembra que falamos sobre as 4.000 horas de reprodução em seus vídeos? Bem, nada melhor do que alcançá-los através de visualizações completas. 

Eles não apenas servem para aproximá-lo desse objetivo, mas também significam que seu conteúdo é divertido, responde à intenção de pesquisa e tem potencial.

Por outro lado, temos publicidade que pode colocar nos seus vídeos. Não só é gerado rendimento adicional ao visualizá-los (o que explicaremos no próximo ponto), mas se um usuário clicar no referido anúncio e for redirecionado para o site de destino, isso também significará um pequeno pagamento adicional para você.

Receita de publicidade inserida nos vídeos

quanto paga youtube 003

Em geral, os vídeos do YouTube possuem publicidade inserida no início e no final do mesmo. Se for longo e o criador assim decidir, você também pode colocar anúncios no meio do vídeo. De acordo com sua natureza, podemos classificar esses anúncios da seguinte forma:

  • Vídeos puláveis: duram cinco segundos e o usuário pode selecionar a opção “omitir”.
  • Vídeo que não pode ser pulado: Não pode ser evitado, portanto, o usuário deve assisti-lo para continuar com o vídeo.
  • Anúncios curtos : duram no máximo seis segundos e são um requisito para que o usuário continue curtindo o conteúdo.
  • Anúncios de sobreposição : são as imagens ou textos que aparecem abaixo do vídeo e direcionam para outros sites.

Quando um vídeo ultrapassa 8 minutos, o criador pode inserir mais publicidade. Por esse motivo, é muito comum encontrar vídeos no YouTube que durem mais de 10 minutos, pois alongando sua duração você pode aproveitar ao máximo a publicidade e, portanto, obter mais receita.

Duração dos vídeos

O alongamento dos vídeos não serve apenas para introduzir mais publicidade. Caso seu tópico exija vídeos mais longos, o conteúdo extenso pode ajudá-lo a atingir sua meta de 4.000 horas de reprodução mais rapidamente.

No entanto, você deve garantir que seu conteúdo seja útil em todos os sentidos e que cada segundo adicional seja devidamente justificado. Estender a duração do vídeo apenas para ultrapassar 10 minutos fará com que seu conteúdo perca qualidade e, consequentemente, seguidores.

Pagamentos dos Clubes dos Canais

quanto o youtube paga de doações

Embora você não possa ganhar dinheiro com o número de inscritos, o YouTube tem uma opção de assinatura. Por meio dele, um usuário que se inscreveu em seu canal pode apoiar seu conteúdo por meio de um pagamento mensal.

Em geral, os youtubers oferecem diferentes tipos de assinatura que fornecem conteúdo exclusivo para seus membros, como selos de fidelidade, fazer parte da comunidade do canal, acesso antecipado a vídeos, ideias de colaboração etc.

Para ativar esta opção você deve ter mais de 18 anos, ter pelo menos 1.000 inscritos e pertencer ao programa de parceiros do YouTube.

Catálogo de artigos promocionais

Como youtuber, você pode ter um pequeno mercado em seu canal. Dessa forma, seus seguidores podem comprar os produtos que você oferece a preços exclusivos. No total, você pode colocar um máximo de 12 produtos à venda.

Super chat e super adesivos

Quanto os Superchats do YouTube pagam

Se você transmitir ao vivo, poderá ativar a opção de super chat e super adesivos. Assim, por meio de doações diretas, os comentários de seus seguidores poderão se destacar dos demais.

As doações de super chat podem variar de US$ 1 a US$ 500. Quanto maior a doação, mais tempo o comentário associado ao usuário permanecerá na parte em destaque do chat. No final do mês, a renda obtida pelas vidas é somada integralmente. Do valor final, 70% é para o youtuber e 30% para o YouTube.

YouTube Premium

Essa opção é ativada quando pelo menos um usuário que possui o YouTube Premium se inscreve em seu canal. Dessa forma, você pode habilitar a renda oferecida pela plataforma fazendo parte de sua versão premium.

Colaborações

Embora não seja um pagamento que o YouTube faz diretamente a você, você pode obter uma renda adicional por meio de colaborações com marcas, patrocinadores e outros. Existem muitos vídeos desse estilo.

Quando seu canal ganhar mais notoriedade, serão essas mesmas empresas que se interessarão por você e seu canal como mídia publicitária.

Porcentagem líquida fornecida pelo YouTube aos criadores

Algo a ter em mente é que a renda que você ganha não é paga a você integralmente. O YouTube paga a seus criadores de conteúdo 68% da receita total.

Nesse sentido, se em um mês você obteve 1.000 dólares graças ao YouTube, a plataforma pagará 680 dólares. Obviamente, dependendo do seu país de residência, esse valor pode ser reduzido por pagamentos de impostos e outras retenções.

Conformidade com os termos e condições da plataforma

O YouTube lhe paga desde que você cumpra seus termos e condições de acordo com a criação e publicação do conteúdo. Se a qualquer momento você violar uma dessas regras, a plataforma o notificará. Se tal violação persistir, seu canal poderá ser penalizado e desmonetizado.

Quanto o YouTube paga por visualizações?

Agora que você conhece todos os fatores que podem afetar a quantidade de receita que você ganha com o YouTube, vamos começar analisando as visualizações. Quando falamos de visualizações, elas começam a importar quando você ultrapassa 1.000 visualizações em seus vídeos.

Para responder à pergunta de quanto o YouTube paga por visitas, tomaremos a Espanha como referência. Obviamente, dependendo do país e de outros fatores, esses números podem variar.

Quanto o YouTube paga por 1.000 visualizações?

A resposta curta é que, para 1.000 visualizações, o YouTube paga entre US$ 0,40 e US$ 34. Claro, essa quantidade varia de acordo com muitos fatores. No entanto, é uma boa ideia tomá-lo como referência do que você pode ganhar como receita com a criação de conteúdo.

Quanto o YouTube paga por 100.000 visualizações?

À medida que o número cresce, a margem de variação também se torna maior. Para um canal que atinge 100.000 visualizações, a receita pode variar de US$ 500 a US$ 2.500. Lembre-se de que temas como marketing, negócios, finanças ou desenvolvimento pessoal são mais bem pagos, pois atraem investidores e anunciantes dentro do AdSense.

Quanto o YouTube paga por 1.000.000 de visualizações?

De acordo com uma investigação do Business Insider , os canais com mais de um milhão de visualizações na Espanha podem ter uma renda altamente variável. 

O valor muda tanto que pode ir de 700 a 25.000 dólares. Nesse ponto, fatores como publicidade, colaborações, filiações e outros alteram demais a renda recebida apenas por visitas.

Quanto o YouTube paga dependendo do país?

Outra dúvida comum é saber quanto o YouTube paga de acordo com o seu país. Aqui deixamos-lhe as informações precisas para conhecê-lo.

Quanto o YouTube paga na Espanha?

Se quisermos generalizar, 1.000 visitas produzem uma renda média de 2 dólares , embora o valor possa chegar a mais de 30 dólares. Depois disso, as variáveis ​​mencionadas acima podem fazer com que esse valor aumente ou diminua.

Quanto o YouTube paga no México?

No caso de um youtuber mexicano, a plataforma pode pagar entre 0,50 e 2 dólares por cada 1.000 visualizações. Esse valor varia de acordo com o nicho, publicidade, associações, etc.

Quanto o YouTube paga em outros países da América Latina?

Um canal da Colômbia recebe um pagamento de 0,48 dólares por cada 1.000 visitas. Se for um canal do Peru, o YouTube costuma pagar entre 1 e 2 dólares por cada 1.000 visualizações. No caso do Chile, o pagamento é semelhante: 2 dólares para cada 1.000 visualizações. A Argentina costuma custar entre 2 e 30 dólares para cada 1.000 visitas.