O Nothing Phone, já vem tendo o seu nome, lançado nas midias sociais, claro, pelas promessas de avanço tecnológico que este dispositivo promete trazer para sua área de atuação.

Esta fabricante promete trazer um pouco da magia que a OnePlus trouxe para o mundo Android no início do seu ciclo de vida, em simultâneo, que também tenta trazer uma nova irreverência para o campo do design.

Uma excelente notícia, visto que nos tempos que correm, todos os smartphones são basicamente clones do vizinho do lado.

Nothing phone e o seu novo design

Nothing phone e o seu novo design
Nothing phone e o seu novo design

Antes de tudo podemos, afirmar sem dúvidas que a Nothing é, uma marca extremamente interessante, num mercado, que infelizmente, está cada vez mais estagnado. Dito tudo isto, a nova fabricante do ecossistema Android sabe que tem de fazer as coisas de uma forma um pouco diferente, especialmente em 2022!

Em resposta ao lançamento de ontem do Vivo X80 Pro, e dos vindouros mais breves como o  Xiaomi 12S, Xiaomi 12 Ultra, e claro, os novos dobráveis da Samsung.A Nothing responde apresentando ao público o design do seu novo smartphone.

A Nothing revelou esta informação com o objetivo claro de, alimentar o apetite dos curiosos, dos amantes da tecnologia de ponta. Bom está é uma estratégia de marketing usada por várias empresas de diversos sectores hoje em dia, e te dado resultados.

Pois bem! neste momento, estamos a menos de um mês do lançamento oficial, e ao que parece, vamos ter um aparelho extremamente interessante no campo visual!

Um autêntico mimo para quem o tiver em sua posse! Aliás, o ícone central do aparelho, tem o mesmo exato aspeto de um engenho explosivo. Resta é saber se as especificações acompanham todo o esforço feito no campo do design.

O que traz o Phone (1) de novo, ou inovador?

Segundo Carl Pei o CEO e fundador de empresa, o primeiro smartphone da empresa vai ter faixas LED para a iluminação de toda a traseira, que por sua vez, parece ser feita de um material transparente.

Quanto a Performance?

Neste campo, indiscutivelmente mais importante, apenas sabemos que temos um processador Qualcomm Snapdragon, muito provavelmente o Snapdragon 7 Gen1, uma versão modificada do SO Google Android, e pelos vistos, carregamento sem fios.

Vamos a aguardar, o resto das informações!