A pele muda com a gravidez

A pele do corpo e do rosto muda durante a gravidez. Você pode brilhar com um rosto iluminado ou pode aparecer com espinhas. A especialista Mirtha Cifuentes, dermatologista da UC Health Network no Chile, conversou com Facemamá sobre o assunto.

Publicidade

o mudanças hormonais na gravidez Eles alteram todo o nosso corpo, incluindo a pele, mas alguns meses após o parto quase tudo volta ao normal. Para que você comece a se familiarizar com essas alterações, vamos mostrar quais são as mais comuns a que você estará exposto e que começará a notar com o passar dos meses.

A pele muda com a gravidez

  • A máscara da gravidez:
    São manchas escuras no rosto, cientificamente conhecidas como melasma ou cloasma. Essa condição é provavelmente causada por um aumento na produção de melanina, uma substância natural que dá o tom da pele.
    Nesse momento, a dermatologista da UC Health Network, Dra. Mirtha Cifuentes, explica os cuidados que devem ser tomados na tomar sol durante a gravidez. “Os efeitos do sol aumentam na gravidez mesmo com o uso de protetor solar. Principalmente em relação ao melasma, que pode piorar, até com protetor solar ”.
  • Estrias:
    Essas linhas avermelhadas geralmente se desenvolvem no abdômen e nos seios. Eles são produzidos por alterações hormonais e aumento da distensão dos tecidos.
  • Linha preta:
    Junto com outras mudanças de cor (seus mamilos podem mudar de rosa para marrom escuro, manchas podem escurecer, etc.) causadas por mudanças hormonais em seu corpo, uma linha escura pode aparecer do umbigo ao osso púbico. Esta linha retornará à sua cor original após o parto (embora seus mamilos nunca mais ficarão 100 por cento rosados ​​novamente).
  • Veias de aranha (ou veias de aranha):
    Essas veias se parecem com teias de aranha muito pequenas e podem aparecer no rosto, pernas ou tronco. Eles são causados ​​por alterações hormonais e provavelmente pelo aumento da pressão nos capilares da pele.
  • A acne:
    Na gravidez, você está experimentando mudanças hormonais tão dramáticas quanto na puberdade, por isso é normal ter acne no rosto, peito e costas durante a gravidez.
  • Publicidade
  • Erupção polimórfica da gravidez:
    Um por cento das mulheres grávidas tem essa condição desconfortável, mas benigna para a mãe e o feto. Trata-se do aparecimento de vergões, lesões pontiagudas avermelhadas e coceira, que surgem principalmente na barriga, nas estrias, bem como nos braços e pernas.
    A causa é desconhecida, mas sabe-se que mulheres que ganham excesso de peso ou estão grávidas de gêmeos têm maior probabilidade de desenvolver esse distúrbio. Essa erupção geralmente ocorre no terceiro trimestre e desaparece após o parto. Algumas doenças de pele também podem aparecer, ou algumas que você teve anteriormente podem piorar, por isso é muito importante consultar o seu médico.
  • O resplendor:
    Há muitas coisas que a incomodam na gravidez, como hemorróidas e pés inchados, mas um dos efeitos colaterais agradáveis ​​da gravidez é uma aparência saudável e brilhante em seu rosto. “O brilho” geralmente começa no segundo trimestre (quando o desconforto da náusea passa).
    De acordo com especialistas, o aumento do volume de sangue em seu corpo (você tem até 50% mais sangue fluindo em suas veias) irradia para seu rosto, que possui vasos sanguíneos logo abaixo da superfície. Além disso, o aumento da secreção das glândulas de gordura no rosto faz com que a pele pareça mais brilhante e saudável.

Aproveite a gravidez, uma vez que o bebê nasça, seu volume de sangue e seus hormônios voltam ao normal e com isso a maioria dessas alterações vai desaparecer.

Tópicos: Mudanças na mama, Mudanças após a gravidez, Estar grávida