Alimentos anti-envelhecimento!

Para muitos, a ideia de mudar sua dieta para aumentar a longevidade pode parecer extrema e fútil, como pagar pelo seguro de bagagem em um vôo. É realmente necessário? Quando se trata de desacelerar o processo de envelhecimento, acho que vale a pena.

Publicidade

Um estudo publicado no New England Journal of Medicine descobriu que apenas algumas pequenas mudanças na dieta podem adicionar anos à sua vida, em outras palavras. Pessoas que melhoraram sua dieta em apenas 20%, comendo mais grãos inteiros, vegetais, frutas, nozes e peixes e reduzindo o consumo de carnes vermelhas e processadas e bebidas açucaradas, reduziram o risco de morte prematura em 8-17%. Portanto, começar mudando apenas uma refeição por dia pode ter um grande impacto em sua vida.

Em Body and Soul Detox, vemos o envelhecimento prematuro como um estado de doença. Em vez de apenas aceitar, o envelhecimento é uma condição patológica, determinada pelo estilo de vida, que ocorre quando as defesas do corpo são sobrecarregadas por fatores ambientais e a taxa de danos excede a capacidade de se auto-reparar. Ao fazer mudanças em sua dieta e estilo de vida, podemos fornecer o impulso necessário para aumentar a capacidade de prevenção e cura.

Confira 7 alimentos anti-envelhecimento:

1. Alimentos contendo carotenóides:

Os carotenóides são antioxidantes poderosos. Quando consumidos, eles agem como um escudo celular, absorvendo e desviando os radicais livres antes que eles possam causar danos. (como protetor solar interno!) Os carotenóides são encontrados em cenouras, damascos, jacas, tomates maduros, pimentões amarelos, batatas-doces e outros vegetais amarelos / laranja. Por serem lipossolúveis, os carotenóides são melhor absorvidos com a gordura em uma refeição. Por exemplo, você pode cozinhar seus vegetais que contenham carotenóides em óleo (manteiga ghee, óleo de coco) ou ter uma fonte de gordura saudável (azeite, abacate, nozes) no mesmo prato.

2. Peixes oleosos:

As membranas que envolvem as células são feitas inteiramente de gordura, portanto, obter o suficiente dos tipos certos de gordura em sua dieta é vital para construir a defesa e regeneração celular. Peixes oleosos como cavala, sardinha e salmão selvagem são ótimas fontes de ácidos graxos ômega-3 de que você precisa para sustentar suas células. Além disso, o ômega-3 pode reduzir a inflamação sistêmica, que é a causa da maioria das doenças degenerativas (por exemplo, doenças cardíacas, diabetes, artrite, doença de Alzheimer). Portanto, peixes oleosos devem estar em qualquer dieta anti-envelhecimento.

Publicidade

3. Café:

Alimentos anti-envelhecimento!

O café é rico em polifenóis (micronutrientes que atuam como antioxidantes protetores). Um estudo publicado no Annals of Internal Medicine descobriu que o consumo de café foi associado a uma diminuição do risco de morte prematura – pessoas que bebem uma xícara de café por dia tinham 12% menos probabilidade de morrer de câncer, derrame, diabetes e doenças cardíacas nos rins e respiratório em comparação com os que não bebem café.

4. Vegetais com folhas verdes escuras:

Vegetais com folhas verdes escuras permitem que seu corpo atinja a metilação ideal, um importante mecanismo epigenético que controla a expressão de genes saudáveis. (O desequilíbrio da metilação do DNA é semelhante à inflamação no sentido de que está associado a quase todas as doenças crônicas complexas, incluindo doenças cardíacas, derrames, transtornos do humor, deterioração mental e envelhecimento prematuro.) As vitaminas B desempenham um papel importante na manutenção das enzimas de metilação. As principais fontes de folato e vitaminas B6 e B12 são acelga, agrião, dente-de-leão, beterraba, lentilha, vários tipos de feijão, aspargos, brócolis, peixes oleosos, fígado, carne alimentada com capim, frango, peru, germe de trigo, sementes de gergelim, sementes de girassol e batata-doce.

Publicidade

5. Matcha:

Alimentos anti-envelhecimento!

O chá verde tem sido o elixir da medicina oriental para a eterna juventude. A folha de chá verde é uma das melhores fontes de antioxidantes catequinas e do aminoácido L-Teanina (um potente estimulador da cognição que promove o relaxamento).

6. Cacau:

O cacau orgânico é uma das fontes mais ricas de antioxidantes polifenóis do mundo. Quando consumido, ele ativa nossas enzimas antioxidantes internas que são mais potentes do que qualquer antioxidante que consumimos. O chocolate amargo também parece oferecer proteção ao giro dentado, uma parte do hipocampo onde ocorre a neurogênese (o crescimento de um novo tecido nervoso). Um ensaio clínico randomizado envolvendo adultos saudáveis de meia-idade descobriu que os flavonóides do cacau melhoraram o funcionamento do giro denteado, revertendo o declínio da memória relacionado à idade.

7. Nozes e sementes

Pesquisas mostram que comer nozes e sementes diminui o envelhecimento celular enquanto preserva o comprimento dos telômeros (um biomarcador do envelhecimento biológico. Nozes e sementes cruas são uma ótima opção de lanche. Nozes, amêndoas, pecãs, castanha do Brasil) Pará, castanha de caju, pistache, sementes de girassol, sementes de gergelim, sementes de cânhamo, sementes de chia e sementes de abóbora estão cheias de minerais e outros nutrientes anti-envelhecimento, como a vitamina E que promove um cérebro e sistema nervoso saudáveis e fibras que mantêm o sistema digestivo funcionando sem problemas.

O envelhecimento prematuro é opcional!

Para começar, verifique 1 receita de salada anti-envelhecimento. Uma dica geral, muitas ervas, especiarias e alliums (qualquer coisa da família da cebola) têm propriedades anti-envelhecimento, então apimente suas refeições! Com ervas e condimentos, procure manjericão, salsa, coentro, orégano, cravo, açafrão, canela, gengibre e endro. Para alliums, abuse do alho, cebola, cebolinha, alho-poró e cebolinha, todos são ricos em enxofre, o que aumenta a desintoxicação do fígado.

Salada arco-íris

Esta salada crua e picada contém apenas ingredientes anti-envelhecimento – beterraba ralada e crua; cenouras contendo carotenóides e pimentão vermelho; Brócolis “arroz” que favorece a metilação e um maravilhoso molho cremoso. (4 porções)

INGREDIENTES (Salada) ·

  • 2 xícaras de beterraba ralada, crua
  • 2 xícaras de brócolis picado, cru
  • 2 xícaras de cenoura ralada
  • 1 pimenta vermelha, cortada em tiras
  • 1 abacate, picado

INGREDIENTES (molho):

  • 1/2 xícara de sementes de girassol
  • 1/4 xícara de azeite
  • 1 suco de limão
  • 2 colheres de sopa de fermento nutricional
  • 2 colheres de sopa de tahine
  • 2 colheres de chá de mel
  • 1 colher de sopa de vinagre de maçã
  • 1 dente de alho
  • Sal marinho e pimenta preta a gosto
  • 1/2 xícara de água, mais ou menos, dependendo da consistência preferida

COBERTURA·

  • Polvilhe com sementes de gergelim
  • Algumas folhas de coentro frescas picadas
  • 4-5 nozes, esmagadas

MÉTODO DE PREPARAÇÃO:

Misture os ingredientes do molho em um liquidificador de alta velocidade. Junte os ingredientes da salada picada em uma tigela. Polvilhe com sua capa.

Por: Noémia Cambula