A aplicação de controlo do smartwatch da Google foi detetada durante a análise a um ficheiro APK. Com chegada marcada para o final de 2022, o Google Pixel Watch não deverá usar apenas a aplicação Wear OS para se conectar e sincronizar com o smartphone.

Google Pixel Watch está confirmado para chegar ainda este ano, e uma nova fatia de informações sugere que você não usará o aplicativo Wear OS padrão no seu telefone para se conectar ao smartwatch. Em vez disso, um novo relatório sugere que haverá um aplicativo dedicado do Google Pixel Watch que você será solicitado a baixar na Play Store.

 Isso foi descoberto e relatado pelo 9to5Google numa desmontagem do APK da versão beta do Google Play Services 22.22.

O último vazamento do Google Pixel Watch diz que será necessário um aplicativo completamente novo para o smartwatch

Atenção! Vazam novas informações do Google Pixel Watch! você não vai acreditar
Atenção! Vazam novas informações do Google Pixel Watch! você não vai acreditar

Importa evidenciar que as referências a esta aplicação de controlo foram detetadas ao ser efetuada uma análise ao ficheiro APK dos Google Play Services, na sua versão beta, com o número de compilação 22.22.

Percebe-se que apesar de terem sido achadas referências à aplicação durante a análise do ficheiro APK isso não significa que a aplicação seja efetivamente lançada par ao público. Entretanto, dá-nos, sim, uma boa noção daquilo que podemos espera.

A versão beta também inclui a menção do aplicativo Pixel Watch. Ele diz: “Para configurar seu relógio para desbloqueio inteligente, conecte-o ao seu telefone com o aplicativo Google Pixel Watch. Seu relógio e telefone devem estar conectados para usar o Desbloqueio Inteligente.”’

Isso confirma que você precisará de um aplicativo secundário para acessar alguns recursos do Pixel Watch, e pode ser que esse seja o serviço específico que você precisará para se conectar ao smartwatch. Atualmente, não está claro se você também precisará do aplicativo Wear OS ao qual a maioria dos smartwatches Android se conecta tradicionalmente.

Ainda não sabemos como esse aplicativo funcionaria ou se terá algum benefício em relação ao aplicativo Wear OS padrão. Também pode significar que não vemos atualizações substanciais no aplicativo Wear OS existente durante o lançamento do próprio Pixel Watch. Isso parece semelhante à forma como o Galaxy Watch 4 da Samsung – o primeiro smartwatch a executar o Wear OS 3 – funciona em smartphones.