No artigo de hoje vais ficar a saber como fazer Banho de assento para corrimento, no nosso guia completo.

Os banhos de assento são um tipo de tratamento que visa aliviar os sintomas de doenças que acometem a região genital, como infecção pelo vírus do herpes, candidíase ou infecção vaginal, por exemplo.

Esse procedimento serve para complementar o tratamento recomendado pelo médico e pode ser realizado com óleos essenciais, bicarbonato de sódio ou vinagre, por exemplo, de acordo com a finalidade do banho.

Poderão os banhos de assento ser uteis para o corrimento vaginal? Continue lendo para descobrir.

Banho de assento para corrimento

Banho de assento para corrimento
Banho de assento para corrimento

Verdade que, Banho de assento para corrimento? Não há provas de que algum banho de assento seja util para o corrimento vaginal. Um banho de assento pode ajudar a prevenir a infecção e, usado com qualquer medicamento prescrito, também pode ajudar a aliviar os sintomas de uma infecção.

Remédios caseiros para corrimento vaginal

 Chá de goiaba

As folhas de goiaba ( Psidium guajava L. ) são um excelente remédio caseiro para eliminar o corrimento vaginal, do tipo amarelo-esverdeado ou branco leitoso com mau odor, pois possui propriedades antissépticas e antibacterianas, sendo eficaz no tratamento do corrimento causado por doenças como tricomoníase e candidíase.

Ingredientes

  • 30 g de folhas de goiaba;
  • 1 litro de água.

Modo de preparação

Ferva a água e desligue o fogo, depois acrescente as folhas de goiaba e tampe a panela por 3 a 5 minutos.

Coe e coloque em um balde, quando estiver morno você deve fazer um banho de assento com este chá, lavando cuidadosamente toda a região genital. Repita o procedimento 2-3 vezes ao dia.

Além disso, este remédio caseiro é seguro, não causa efeitos colaterais e não tem contraindicações.

2. Chá de goiaba e pincel

Ingredientes

  • 1 punhado de folhas de goiaba;
  • 1 punhado de folhas de pincel;
  • 2 copos de água.

Modo de preparação

Coloque as folhas de ambas as plantas e adicione a água fervida. Cubra, deixe esfriar e coe.

Faça a higiene íntima como de costume e ao final deve-se lavar a região com a infusão por alguns minutos, secar com um pano limpo e macio. A lavagem deve ser repetida todos os dias antes de ir para a cama por 1 semana.

3. Chá de alho

O alho possui excelentes propriedades antibacterianas, antifúngicas e antivirais, auxiliando principalmente no combate à candidíase e vaginite bacteriana.

Ingredientes

  • 1 dente de alho;
  • 200ml de água.

Modo de preparação

Adicione o alho picado ou esmagado à água fervente e mantenha-o por 5 a 10 minutos.

Retire do fogo e beba morno 2 vezes ao dia. Para melhorar o sabor do chá, você pode adicionar gengibre ralado, algumas gotas de limão e 1 colher de sopa de mel. Também é possível ingerir óleo de alho em forma de cápsula.

4.Óleo essencial de Malaleuca ( óleo da árvore do chá )

O óleo essencial de Malaleuca, também conhecido como óleo de melaleuca, possui propriedades antibacterianas e antifúngicas e pode ser usado para tratar vaginite bacteriana, tricomoníase e candidíase.

Modo de usar: para usar o óleo essencial, misture de 5 a 10 gotas no óleo de amêndoa doce ou de coco e depois coloque a mistura em um absorvente higiênico. Use durante o dia para aliviar os sintomas.