Cãibras na gravidez: você deve se alarmar?

Cãibras na gravidez: você deve se alarmar?
.

Uma dor aguda que pode afetar a panturrilha, a planta do pé e os dedos dos pés. É assim que se manifestam cãibras e contrações musculares repentinas e involuntárias. Eles ocorrem com bastante frequência durante a gravidez, especialmente no terceiro trimestre.

É um fenômeno totalmente inofensivo, que não envolve riscos para a saúde do bebê ou da mãe. Na verdade, após o parto, geralmente desaparece espontaneamente. No entanto, é muito irritante e às vezes até doloroso para a futura mãe.

Por que aparecem cólicas?

– Não é por acaso que as cólicas aparecem durante o segundo e terceiro trimestres da gravidez. Na última fase da gravidez, os ossos e músculos começam a notar o peso extra da futura mãe. Cãibras nada mais são do que “queixas” de nosso esqueleto ósseo e muscular antes desse trabalho extra.

– Sim, além disso, você tem falta de cálcio, potássio ou fósforo em excesso, você sentirá ainda mais cãibras, pois seus ossos e músculos não estão totalmente preparados para enfrentar as mudanças que os aguardam.

Como evitar cãibras?

Pratique atividade física moderada regular e consistente. O ideal é nadar, mexer as pernas sem cansá-las. Você também pode fazer uma caminhada simples (pelo menos meia hora, ou 15 minutos pela manhã e 15 pela tarde).

– Às vezes aparecem cólicas quando estamos muito cansados. Durante a gravidez, Você deve organizar suas atividades diárias de modo que não fique muito cansado à noite. Se sentir necessidade, faça uma pausa de vez em quando, deite-se no sofá com as pernas levantadas.

– Antes de ir para a cama, massageie suas pernas com água fria, do pé à coxa.

– Durma com as pernas um pouco mais altas do que o resto do corpo, colocar uma almofada debaixo do colchão.

– Durante o dia, usar meias elásticas de compressão graduada. Existem muitos modelos, mesmo alguns projetados para as demandas da futura mãe.

Evite ficar de pé ou sentar sem se mover, também de pernas cruzadas, por muito tempo.

Use botas e sapatos confortáveis não aperte muito o pé ou a panturrilha.

Siga uma dieta variada e equilibrada, com alimentos ricos em potássio e magnésio. Bananas, limões, alface, vegetais de folhas verdes, aipo, grãos inteiros e nozes são ideais.

Beber muita água, fundamental para a reintegração de sais minerais.

Os cigarros são uma das causas desencadeantes das cólicas. Na verdade, a nicotina causa vasoespasmo, ou seja, estreitamento momentâneo das artérias. Isso reduz o fluxo sanguíneo e contribui para problemas acentuados de circulação periférica. Se você ainda não parou de fumar, aqui está mais um motivo para fazê-lo.

– Se esses cuidados não forem suficientes para resolver o problema, e se as cólicas forem muito frequentes e incômodas, o médico pode prescrever um suplemento alimentar.

O que fazer durante a fase aguda

– No momento em que a dor é sentida, é melhor tentar alongar o músculo afetado, massageando a área dormente para reativar a circulação.

– Se a dor ocorrer no pé ou panturrilha, pode ser útil descansar a mão na sola do pé e flexione os dedos para cima.

Se acontecer à noite na cama, você tem que se levantar e andar um pouco. O desconforto é mais provável de ocorrer, especialmente à noite, porque a posição deitada dificulta ainda mais o retorno do sangue às extremidades inferiores.

Tratamento para cólicas

Se sofre de cólicas na gravidez regularmente, é necessário seguir uma dieta saudável e equilibrada, rica em cálcio e potássio. Isso o ajudará a acabar com as cólicas irritantes.

Você deve aumentar o consumo de leite, para aumentar seus níveis de cálcio, e você deve comer uma banana regularmente, que é uma fruta muito rica em potássio.

– Também é aconselhável minimizar bebidas carbonatadas, por serem ricos em fósforo, elemento pouco benéfico para o alívio de câimbras.

– Outra técnica que o ajudará a reduzir as cãibras é o alongamento muscular. Alongue e levante as pernas todos os dias antes de dormir.

Se uma cãibra te acorda à noiteEstique a perna com os dedos dos pés em direção ao rosto. Aos poucos, a dor vai desaparecendo.

– Também você pode massagear suas panturrilhas Contanto que você tenha um momento, isso irá relaxar seus músculos.

Contra cãibras, pistache

O pistache é um dos alimentos mais benéficos para o alívio das cólicas. Por quê?

– O pistache contém uma quantidade significativa de magnésio. Basta consumir uma porção de 30 gramas para influenciar efetivamente os mecanismos de contração muscular. Ele o potássio também ajuda a prevenir cólicas. Os pistácios são muito ricos em potássio e contêm cerca de três vezes mais potássio.

– Pistácios também são ricos em futebol. Este mineral, além de ser o principal componente dos ossos e dentes, contribui para a correta contratilidade dos músculos. De acordo com os especialistas, 100 gramas de pistache fornecem seis vezes a quantidade de cálcio presente em um lanche industrial com recheio de leite.

– Além disso, apesar de sua ingestão calórica significativa (100 gramas fornecem mais de 500 kcal), vários estudos têm demonstrado que o consumo de pistache pode contribuir para o controle do peso. Seu excelente conteúdo de proteínas e fibras tem um poderoso efeito saciante. Portanto, uma pequena quantidade de pistache é suficiente para desfrutar de seus benefícios sem exagerar nas calorias.

(Você está interessado em: Dieta na gravidez)

(Você está interessado em: doenças na gravidez)