Com quantos meses o gato pode ser castrado

0
10
Mascotas: No, castrar no es lo mismo que esterilizar, ni afecta igual a  gatos y gatas

Com quantos meses o gato pode ser castrado, saiba no artigo de hoje, continue a ler o nosso guia completo.

Castrar um gato, ou esterilizá-lo, significa realizar uma intervenção cirúrgica que garantirá que ele não poderá se reproduzir a partir desse momento. A castração ou esterilização no gato macho consiste na retirada dos testículos.

Isso é chamado de orquidectomia em medicina veterinária. Por sua vez, a castração ou esterilização na gata envolve a remoção dos ovários (ovariectomia) ou dos ovários e útero. Neste último caso, fala-se de Ovariohisterectomia.

A castração influencia diretamente os chamados hormônios esteroides gonadais e elimina a principal fonte de testosterona em gatos machos, e estrogênio e progesterona em gatas. Desta forma, o felino torna-se incapaz de se reproduzir. Neste sentido, castrar um gato é o método mais eficaz de verificar se há gatinhos indesejados.

Com quantos meses o gato pode ser castrado

Mascotas: No, castrar no es lo mismo que esterilizar, ni afecta igual a gatos y gatas

Com quantos meses o gato pode ser castrado: volta dos quatro meses de idade, após terem completado as vacinas primárias. Alguns veterinários ainda recomendam a castração aos cinco ou seis meses e é bastante seguro castrar gatos mais velhos.

Castração no gato macho

A castração de um gato macho consiste, como explicamos, na remoção de ambos os testículos (orquiectomia). É uma intervenção de rotina, mas requer anestesia geral.

O gato que vai ser castrado deve estar em jejum desde a noite anterior à operação para minimizar o risco de complicações durante a intervenção. Normalmente, após castrá-lo, ele volta para casa no mesmo dia, já que a incisão que o veterinário faz na pele do felino é tão pequena que nem é necessário aplicar pontos.

Castração na gata

Conforme explicado pelo GEMFE Feline Medicine Group, a esterilização consiste na remoção cirúrgica dos ovários e útero sob anestesia geral.

Neste caso, a incisão para cirurgia requer pontos e é feita no flanco ou na parte central do abdômen do gato. Anteriormente, o veterinário terá raspado o pêlo na área.

Como no caso do gato macho e, em geral, qualquer intervenção que exija anestesia geral, o gato que vai ser castrado deve jejuar na noite anterior.

Se a cirurgia correr bem, o gato pode ir para casa no mesmo dia após a operação. Os pontos serão removidos dentro de 8 a 10 dias, caso precisem ser removidos. Se a sutura for intradérmica (sob a pele),

Efeitos da castração no comportamento de gatos

A esterilização de um gato repercute nos comportamentos relacionados ao padrão reprodutivo ou a processos hormônio-dependentes.

Assim, a castração em gatos pode ser uma possível solução (ou método de prevenção) para problemas comportamentais que podem ser desconfortáveis ​​para o dono.

Alguns desses problemas acabam motivando um abandono ou até mesmo o sacrifício do gato. Em outras palavras, castrar um gato pode ser usado para:

  • Controle o instinto da gata de fugir de casa e passear à procura de uma fêmea no cio.
  • Reduza a agressividade em relação a outros gatos machos e evite brigas.
  • Reduza a marcação de urina que o gato faz do seu território: o gato pode parar de urinar dentro de casa.

Além disso, como explica o GEMFE Feline Medicine Group, “o comportamento agressivo de um macho não castrado faz com que ele corra muito mais risco de contrair doenças infecciosas como imunodeficiência felina (equivalente à AIDS) e a leucemia felina, pois ambos são transmitidos pela mordida de outros gatos”.

En cuanto a los efectos de la castración sobre la salud del gato, es cierto que la esterilización puede favorecer que el gato engorde, sin embargo este problema es muy fácil de controlar si se le proporciona al gato el juego y ejercicio necesario y se lo alimenta com um ração especial para gatos esterilizados.