Embora a agressão não possa ser curada da noite para o dia, existem medidas que você pode tomar para conter o comportamento agressivo e ajudar seu cão a permanecer calmo.

Por que os cães se comportam agressivamente?

O comportamento agressivo em um cão refere-se a qualquer comportamento conectado a um ataque ou a um ataque iminente. Isso inclui ficar imóvel e rígido, rosnar, rosnar, arreganhar os dentes, atacar e beliscar ou morder.

Publicidade

Seu primeiro passo para interromper esse comportamento é descobrir o que está causando a agressão do seu cão. Alguns cães rosnam quando alguém se aproxima deles enquanto comem ou mastiga um osso, por exemplo. Outros reagem agressivamente a crianças ou estranhos.

A agressão também não precisa ser direcionada a uma pessoa. Alguns cães se tornam agressivos em torno de outros animais, apenas animais específicos (gatos, mas não em outros cães), ou em direção a objetos inanimados, como rodas em veículos ou equipamentos de pátio.

A principal coisa a ter em mente é que você não pode apresentar um plano para modificar o comportamento do seu cão até que saiba a razão por trás dele. Os tipos mais comuns de agressão canina incluem:

  • Agressão territorial: O cão defende seu espaço ou sua casa do que considera um intruso.

 

  • Agressão de proteção: O cão protege os membros de sua matilha contra outro animal ou pessoa. Os cães-mãe também são extremamente protetores de seus filhotes e podem se tornar hostis a quem se aproxima deles.

 

  • Agressão possessiva: O cão protege comida, mastiga brinquedos, ossos ou outro objeto de valor para ele. Isso às vezes é chamado de proteção de recursos.
  • Medo de agressão: O cão está com medo e tenta se retirar em uma situação assustadora, mas depois ataca quando encurralado.

 

  • Agressão defensiva: Semelhante ao medo da agressão – o cão ataca em defesa de algo, em vez de tentar recuar primeiro. Esses cães geralmente dão outras indicações mais sutis de que querem ser deixados sozinhos antes de morder, como virar a cabeça.

 

Publicidade
  • Agressão social: O cão reage agressivamente a outros cães em situações sociais. Cães que não são socializados adequadamente com outros cães e pessoas também podem exibir agressão.
    • Agressão provocada pela frustração: O cão se comporta de forma agressiva quando restrito a uma trela ou a um quintal cercado. Quando o cão fica estimulado e não pode agir com base nessa estimulação, ele pode agir. Às vezes, um cão pode ficar excessivamente excitado, como antes de uma caminhada, e beliscar seu treinador.
    • Agressão redirecionada: O cão pode se tornar agressivo com uma pessoa que tenta terminar uma briga de cães. Também pode acontecer quando o cão não consegue atingir o alvo de sua hostilidade, como um cachorro vizinho do outro lado de uma cerca.
    • Agressão provocada pela dor: O cão mostra agressão quando está ferido ou com dor.
    • Agressão relacionada ao sexo: Dois cães machos ou duas fêmeas tornam-se agressivos quando disputam a atenção de um companheiro. Isso se aplica a animais intactos e pode ser evitado castrando e esterilizando cães.
    • Agressão predatória: O cão se comporta de maneira agressiva, sem muito aviso, quando exibe comportamento predatório, como ao perseguir animais selvagens. Esse instinto pode se tornar um sério perigo quando uma criança está brincando de perseguir o cachorro. Pode começar como um jogo inocente, mas cães com agressão predatória podem rapidamente se ligar e possivelmente morder a criança.

Sinais de que seu cão pode se tornar agressivo

Qualquer cão pode adotar um comportamento agressivo, e é importante rastrear um padrão de sinais de alerta, como:

  • Rosnando e estalando
  • Corpo rígido e cauda abanando rapidamente
  • Lamber os lábios ou bocejar
  • Desviando o olhar
  • Pele levantada
  • Encolhendo-se e dobrando a cauda
  • Vendo o branco dos olhos

Nem todos os cães que apresentam esse comportamento são geralmente agressivos – muitos desses sinais de alerta também são uma indicação de ansiedade ou medo.

Como parar a agressão

Anote quando seu cão se torna agressivo e as circunstâncias que cercam o comportamento. Isso desempenhará um papel importante na determinação do próximo passo. É essencial lidar com a causa subjacente da agressão.

O comportamento é apenas um sintoma de um problema subjacente. Existem várias maneiras de gerenciar a hostilidade e ajudar seu cão a manter a calma. Vai levar tempo, consistência e, possivelmente, a ajuda de um profissional.

Publicidade

Consulte seu veterinário

Converse com seu veterinário para determinar se esse é o caso do seu cão. Tratamento ou medicação podem fazer grandes melhorias no comportamento do seu cão.

Ligue para um profissional

Se o seu veterinário descartou um problema médico, é hora de chamar um treinador profissional de cães ou um comportamento animal. Como a agressão é um problema tão sério, você não deve tentar consertá-la por conta própria. Um profissional pode ajudá-lo a descobrir o que está causando a agressão do seu cão e criar um plano para gerenciá-la.

Criar um plano

Um behaviorista ou treinador pode ajudá-lo a descobrir a melhor abordagem para gerenciar a agressão do seu cão. Na maioria dos casos, você usará reforço positivo para ensinar novos comportamentos a seu cão.

Por exemplo, se seu cão é levemente agressivo com estranhos, comece por ficar longe de alguém que ele não conhece. Você deve estar longe o suficiente para que seu cão não comece a rosnar ou estalar. Em seguida, recompense com muitas guloseimas e elogios à medida que diminui gradualmente a distância entre seu cão e o estranho, continuando a usar reforço positivo.

Idealmente, seu cão começará a aprender que estranhos são iguais e você verá uma redução em sua agressão. Esse mesmo procedimento pode funcionar para acostumar seu cão a várias outras situações.

Evitar punição

Punir seu cão por comportamento agressivo geralmente sai pela culatra e pode aumentar a agressão. Se você responder a um cão rosnando batendo, gritando ou usando outro método aversivo, o cão pode sentir a necessidade de se defender mordendo você.

A punição também pode levar seu cão a morder outra pessoa sem aviso prévio. Por exemplo, um cão que rosna para as crianças avisa que ele se sente desconfortável com elas. Se você castiga um cachorro por rosnar, ele pode não avisá-lo da próxima vez que se sentir desconfortável, mas pode simplesmente morder.

Considere medicação

Em alguns casos, o treinamento por si só não é suficiente. Cães que são agressivos por causa do medo podem precisar de medicação para ajudar a gerenciar o problema. É importante entender que um cão com medo, estresse ou ansiedade é incapaz de aprender coisas novas. Pense na medicação como uma ferramenta para ajudar seu cão a superar esse medo. Muitos cães só precisam de medicação temporariamente. Converse com seu veterinário sobre suas opções.

Lidar com situações inevitáveis

Por fim, você precisa considerar se seu estilo de vida permite seguir um plano. Por exemplo, se você tem um cachorro que age agressivamente com crianças e tem filhos, é quase impossível evitar a situação que traz à tona a agressão. Nesse caso, a melhor opção para você e seu cão pode ser encontrar um novo lar apenas para adultos.

Se você suspeitar que seu animal está doente, chame seu veterinário imediatamente. Para perguntas relacionadas à saúde, sempre consulte seu veterinário, pois ele examinou seu animal de estimação, conhece o histórico de saúde do animal e pode fazer as melhores recomendações para ele.

Este artigo foi útil para você? Se sim, compartilhe nas redes sociais com seus amigos.

 

“Por: Onésimo Piloro