Olhar fixamente para telas de celulares e computadores por horas é prejudicial à nossa visão, pode perturbar nossos padrões de sono e reduzir os níveis de concentração. Mas você sabia que a luz azul emitida pela tela também pode afetar nossa pele? Verificar constantemente o telefone pode causar pele flácida, papada caída e vincos acima do osso da clavícula. Esses sintomas são visíveis em pessoas a partir dos 18 anos. Olhares fixos para baixo repetidos em seu smartphone e apertar os olhos para ler também podem causar pés de galinha.

Tudo isso combinado para fazer você parecer mais velho do que realmente é. De acordo com uma pesquisa, a luz azul emitida por tablets, laptops e smartphones é tão prejudicial quanto a luz ultravioleta. Então, aqui no OneHOWTO, vamos te contar como proteger a pele contra a tecnologia.

Publicidade

Telas de telefone e computador emitem luz visível de alta energia (HEV) que pode ser bastante prejudicial para a nossa pele. Causa envelhecimento prematuro da mesma forma que a luz ultravioleta do sol. A exposição constante a essa luz aumenta a produção de pigmentação da pele, levando a manchas e manchas escuras. Isso significa que você não deve apenas ficar longe do sol, mas também de suas telas eletrônicas. Portanto, para proteger sua pele da luz prejudicial HEV, você deve usar um bom protetor solar mesmo quando estiver dentro de casa. Certifique-se de que sua rotina de cuidados com a pele seja rica em antioxidantes que são úteis para reparar qualquer dano à pele.

Essa luz azul também interfere nos padrões de sono. Ele diminui a produção de melatonina, que é responsável por fazer você ficar sonolento. Como resultado, quando você fica sem sono, olheiras começam a aparecer em seu rosto e você parece mais velho e cansado. A privação crônica do sono e a insônia também estão associadas a uma série de problemas de pele, como: envelhecimento da pele, dermatite atópica, psoríase e eczema. Para melhorar sua qualidade de sono, evite usar seu computador, tablet, laptop ou telefone pelo menos uma hora antes de ir para a cama. Tente relaxar ouvindo uma música suave ou meditando.

Ao passar horas todos os dias olhando para o telefone, seus olhos ficam cansados ​​e tensos, forçando você a apertar mais os olhos para ver. Estrabismo é um dos principais fatores que contribuem para a formação de rugas e linhas finas ao redor dos olhos. Além disso, os telefones celulares são extremamente sujos. De acordo com estudos, eles têm ainda mais bactérias e germes do que vasos sanitários e tábuas de cortar. Cada vez que você usa seu smartphone, ele coleta germes do meio ambiente. Pense em quantas vezes você leva seu telefone ao banheiro, quando o toca enquanto come ou com as mãos sujas. Tudo isso pode aumentar o aparecimento de erupções cutâneas e a formação de espinhas.

Publicidade

A tecnologia não se limita a smartphones, computadores e laptops. Ele se estende a condicionadores de ar também. Na tentativa de resfriar o ar, essas máquinas sugam a umidade do ar. O ar seco pode secar facilmente a pele. Quando sua pele está excessivamente seca, ela fica irritada e descamativa e tende a envelhecer mais rápido. Para acalmar a pele irritada, mantenha-a sempre hidratada.

Como proteger a pele contra a tecnologia - Como a tecnologia afeta nossa pele?