Como saber se meu celular foi clonado ou hackeado

No artigo d hoje vais ficar a saber como saber se meu celular foi clonado ou hackeado, no nosso guia completo.

Código para verificar se o telefone está grampeado

Disque esses códigos USSD para saber se alguém está grampeando seu telefone.

* #21# – verifica se suas chamadas e mensagens estão sendo desviadas.

*#62# – fornece informações sobre para onde as chamadas e mensagens estão sendo redirecionadas.

##002# – desativa todos os desvios.

O que saber

  • Fique atento a downloads não solicitados de aplicativos, bateria anormalmente curta, picos aleatórios no uso de dados e ruído de fundo incomum.
  • Falhas de desligamento podem indicar que alguém colocou software malicioso em seu telefone.
  • Mensagens de texto SMS estranhas   contendo uma série distorcida de letras e números de remetentes desconhecidos também são um sinal.

Este artigo explica o que procurar se você suspeitar que alguém está grampeando seu telefone.

Como saber se meu celular foi clonado ou hackeado

Como saber se meu celular foi clonado ou hackeado
Como saber se meu celular foi clonado ou hackeado

Você já esteve no meio de uma ligação e ouviu um som estranho, como um clique ou ruído de estática, e se perguntou se seu telefone estava sendo grampeado? Nesse caso, você não está sozinho. 

Muitas pessoas temem que suas comunicações pessoais e comerciais possam não ser privadas. Seu smartphone pode ser vulnerável a escutas, especialmente se seu dispositivo estiver com jailbreak ou root para tirar proveito de aplicativos de terceiros.

Veja Como saber se meu celular foi clonado ou hackeado;

Ruído de fundo incomum

Se você ouvir estática pulsante, zumbido agudo ou outro ruído de fundo estranho durante chamadas de voz, pode ser um sinal de que seu telefone está sendo grampeado.

 

 Ruídos estranhos surgem de vez em quando em chamadas de celular e fixo, portanto, este não é um indicador infalível de que algo está errado. Se você ouvir sons incomuns, como bipes, cliques ou estática quando não estiver em uma chamada, é outro sinal de que seu telefone pode estar grampeado.

Vida útil da bateria diminuída

Se a vida útil da bateria do seu telefone ficar repentinamente muito mais curta do que costumava ser, ou se a bateria aquecer quando o telefone está sendo usado, é possível que o software de escuta esteja sendo executado silenciosamente em segundo plano, consumindo energia da bateria. 

Você tem feito mais chamadas de voz ou usa aplicativos com mais frequência do que o normal? Nesse caso, esse pode ser o motivo pelo qual a bateria do seu telefone está se esgotando mais rapidamente do que o normal.

Se você não consegue pensar em nada que está fazendo de maneira diferente, pode usar as configurações do seu telefone para obter informações detalhadas sobre o que está consumindo a bateria e por que ela está acabando tão rapidamente. Use um ou mais deles para obter uma imagem mais clara do que está acontecendo.

  • Para um iPhone, toque em Ajustes > Bateria e role para baixo até Uso da bateria . Ou use um aplicativo como a Vida útil da bateria ou Bateria de coco para descobrir o que está consumindo a vida útil da bateria e como prolongá-la.
  • Para dispositivos Android, pesquise Configurações para uso da bateria ou vá para Configurações > Dispositivo > Bateria para ver quais aplicativos estão usando mais bateria.

Por fim, verifique o uso do aplicativo usando as técnicas mencionadas e faça isso novamente alguns dias depois para ver quais mudaram muito. 

Se você usa esses aplicativos com frequência, é provavelmente por isso que eles usam tanta bateria. Mas, se você não fez isso, algo estranho pode estar acontecendo, como um vírus que grampou seu telefone. Excluir o aplicativo seria recomendado.

Problemas com o desligamento

Se o smartphone ficou menos responsivo repentinamente ou teve dificuldade para desligar, alguém pode ter obtido acesso não autorizado a ele. 

 

Ao desligar o telefone, verifique se o desligamento falha ou se a luz de fundo permanece acesa mesmo depois de concluir o processo de desligamento. Se for esse o caso, pode ser um software malicioso ou a causa pode ser uma falha devido a uma atualização recente do telefone.

Atividade suspeita

Se o seu telefone começar a ligar ou desligar ou até mesmo começar a instalar aplicativos por conta própria, alguém pode tê-lo hackeado com um aplicativo espião e pode estar tentando grampear suas ligações.

Outro sinal importante de que alguém pode estar tentando grampear seu telefone é se você receber mensagens de texto SMS estranhas contendo uma série de letras e números truncados de remetentes desconhecidos. 

Anúncios pop-up estranhos e problemas de desempenho inexplicáveis ​​também podem apontar para a presença de malware ou um aplicativo de escutas (embora também possa ser apenas um anúncio irritante tentando empurrar produtos para você e não necessariamente um aplicativo de escutas de telefone).

Quando você não está usando o telefone ou fazendo download / upload de algo propositalmente, os ícones de atividade da rede e outras barras de progresso na parte superior da tela não devem ser animados. 

Mover ícones que indicam atividade pode significar que alguém está usando remotamente seu telefone ou enviando dados em segundo plano.

Outra maneira de saber se seu telefone está sendo grampeado é se dados privados armazenados apenas no telefone vazaram online. Anotações, e-mails, fotos ou qualquer outro item que você protegeu em seu telefone devem permanecer lá, a menos que você libere para o público. 

Se seu telefone estiver grampeado, um hacker poderá extrair seus dados remotamente e postar os arquivos pessoais online.

Interferência Eletrônica

Não é incomum encontrar interferências em seu telefone quando ele está próximo a outros dispositivos eletrônicos, como um laptop, telefone de conferência ou televisão.

Isso não deve acontecer quando você não estiver usando ativamente o telefone, portanto, verifique se percebe alguma estática ou interferência quando não estiver em uma chamada. Coloque seu telefone próximo a outro dispositivo eletrônico e, se você ouvir sons incomuns, pode ser um sinal de que alguém está ouvindo suas chamadas.

Alguns dispositivos de escuta usam frequências próximas à banda de rádio FM. Se o seu rádio emitir um som agudo quando estiver configurado como mono e discado para o outro lado da banda, seu telefone pode estar grampeado e interferindo nele.

O mesmo é verdadeiro para as frequências de transmissão de TV usando canais UHF (frequência ultra-alta). Você pode verificar se há interferência aproximando seu telefone de uma TV com antena.

Conta telefônica maior do que o normal

Se sua conta telefônica mostrar um pico no uso de texto ou dados que está fora do que você normalmente esperaria ver, este é outro sinal potencial de que alguém pode ter hackeado seu telefone. 

Se você acabou de baixar um novo aplicativo que usa muitos dados, esse pode ser um motivo legítimo para o aumento repentino no uso de dados. Da mesma forma, se você permitiu que crianças usassem seu dispositivo enquanto você estava fora de casa e não conectado ao Wi-Fi , essa pode ser outra causa para o aumento do consumo de dados.

Mas spyware e outros aplicativos maliciosos podem usar seu plano de dados do celular para conduzir suas transações secretas sem o seu conhecimento, então, se você notar uma explosão repentina na atividade de dados na sua conta telefônica e não tiver outra explicação, ligue para sua operadora para obter ajuda para verificar para fora.

Aplicativos de terceiros

Finalmente, os aplicativos de terceiros são uma fonte potencial de malware e spyware. Se você baixou aplicativos recentemente de qualquer lugar que não seja a App Store ou a Google Play Store, esse é outro motivo para alarme.

Mesmo se você estiver usando os canais apropriados para baixar seus aplicativos, alguns golpistas copiam nomes e ícones de aplicativos conhecidos ao criar aplicativos falsos. Portanto, antes de fazer o download, é uma boa ideia fazer uma pesquisa no Google do aplicativo e de seu desenvolvedor para ter certeza de que ambos são legítimos.

Seja cauteloso com quaisquer aplicativos, principalmente jogos, que solicitem permissão para acessar seu histórico de chamadas, catálogo de endereços ou lista de contatos. Se você tem filhos, também pode ativar o controle dos pais para evitar que baixem acidentalmente aplicativos maliciosos.