Nem sempre podemos ter certeza da autenticidade do ouro, pois muitos trapaceiam e trapaceiam aproveitando o valor da qualidade da joia.

Por isso é necessário ter certeza e determinar a qualidade das peças. Com tudo isso, será necessário conhecer certas técnicas que atendam a como saber se uma joia é ouro.

Publicidade
Como saber se uma joia é ouro

Os métodos existem e alguns não requerem um grande investimento de dinheiro, pois podem ser feitos em primeira mão.

Embora também possamos denotar algumas formas que requerem mãos experientes para uma maior conformidade. Seja de uma forma ou de outra neste guia, podemos considerar todas as formas usuais para tal verificação.

Clique no que lhe interessa

Publicidade

Métodos Domésticos

Em nosso desejo de saber se uma joia é ouro, podemos usar alguns elementos básicos e conhecimentos sobre ouro. Basta ter alguns instrumentos por perto e ter uma ideia da autenticidade ou falsidade de certas joias.

Podemos fazer essas etapas nos casos em que queremos vender a joia e, portanto, estamos interessados ​​em saber a qualidade exata e seu valor justo no mercado.

1. Olhe para a peça

Como você pode pensar, uma primeira etapa para determinar a qualidade de um peça de ouro é olhar para ele. Pode parecer curioso para nós, mas muitas vezes a autenticidade de um joia de ouro Possui um código de originalidade ou número de série impresso.

Se olharmos de perto, poderemos encontrar uma numeração de três dígitos em algum lugar, seguida pela avaliação em quilates.

Publicidade

Isso pode nos dar uma certa aproximação do que temos, já que as fábricas costumam estampar sua marca ou selo de realização e realçar o valor da peça.

Publicidade

Outro elemento visual que podemos denotar é a cor da peça. O ouro por natureza tem um toque amarelo com algum brilho.

Se denotarmos que a cor é uniforme, provavelmente é autêntica. Se observarmos alguma mancha ou descoloração, pode ser um pedaço de outro metal revestido com um banho de superfície.

Esses métodos podem ser a primeira abordagem para saber se o peça é ouroNo entanto, deve-se notar que eles não são infalíveis. Algumas peças falsificadas podem ser codificadas com um selo aparente.

2. Técnica Dentária

Ao contrário de muitos metais, o ouro é um elemento macio. Algumas formas comerciais, arte, esportes, cinema e até música, popularizaram a ação de morder a peça.

Embora possa parecer exagerado, está comprovado que o ouro, ao ser mordido, pode permanecer nas fissuras dentárias.

Publicidade

Ao usar este método de teste, devemos ser muito cautelosos, pois podemos agir prematuramente e aplicar muita força.

Ao fazê-lo e ser uma peça de ouro podemos causar alguns danos à sua forma, por isso devemos ter muito cuidado.

3. A atração de um ímã

Tal como acontece com o elemento da técnica anterior, outra propriedade do ouro é que ele não é afetado pela exposição aos pólos magnéticos.

Isso nos leva a considerar um método tradicional que usa um ímã. Se aproximarmos o objeto magnético e ele não for atraído, podemos considerar que o peça é ouro autêntico.

4. A cerâmica

Pode-se usar uma peça de cerâmica que não seja polida ou adornada com tinta. O procedimento consiste em esfregar a joia na superfície. Se virmos que ainda resta um vestígio de ouro, estamos diante de uma autêntica peça de ouro.

Publicidade

5. A densidade do ouro

Um método simples é pesar e medir a densidade do ouro na joia. Para isso, precisamos saber o peso da peça e um pouco de água.

O peso obtido deve ser dividido pela quantidade de massa levantada na água. Portanto, a seguinte escala deve ser atendida:

  • 10 quilates têm uma densidade de 11,57g / ml
  • Pedaços de 14 quilates têm densidade de 13,07g / ml
  • 18 quilates têm uma densidade de 15,58 g / ml
  • Peças de 24 quilates têm densidade de 19,32g / ml

Métodos Especializados

Se as formas de medir a autenticidade de uma peça em casa não esclarecem as dúvidas sobre se é ouro ou não, você pode ir a um joalheiro especializado. Vamos ver suas técnicas:

1. Ácido Nítrico

Para nos dar maior precisão da autenticidade de uma peça de ouro, certos elementos químicos são usados. O ácido nítrico é um componente altamente corrosivo que atua sobre certos elementos, afetando-os. O interessante é que o ouro não faz mal.

A qualidade do objeto também é determinada pela coloração que ele lança, já que ao entrar em contato com certos metais o ácido muda de cor.

Publicidade

Por exemplo, se ao submergir ou dispensar algumas gotas observamos uma coloração verde, significa que não é ouro. Se, por outro lado, o componente fica branco, é porque a peça é de prata revestida ou revestida. Por fim, se não há mudança de cor, é porque o objeto é feito de ouro.

2. Uma pedra de toque

Para este método, será necessário levar a peça a uma oficina especializada, solicitar o teste da pedra, que é um elemento de alta porosidade.

O ponto para determinar se uma peça de ouro é quando ela entra em contato com a rocha. Se houver traços dourados, é porque é ouro, caso contrário, será uma imitação.

3. A Análise

Uma maneira muito mais precisa de saber se uma peça é de ouro é recorrer à análise bioquímica do objeto. Para isso, é necessário levar o elemento a um laboratório e solicitar o exame do componente.

A desvantagem desse método é que eles devem extrair uma medida do objeto. Outra forma é utilizar raios X por efeito de fluorescência que não afeta o objeto e determina seus componentes reais.

Publicidade
Como saber se uma joia é ouro
Como saber se uma joia é ouro

4. A aparência de um especialista

Embora os métodos acima sejam freqüentemente notados por sua eficácia, você pode confiar na opinião de um especialista.

Se conhecermos um joalheiro especialista de confiança, use a opção de um exame visual e técnico. Por meio de seus formulários personalizados de verificação, eles podem nos fornecer um veredicto preciso.