Dieta anti-envelhecimento: A fonte da eterna juventude!

Os antigos diziam: “Envelhecer é uma dor, mas é a única forma de permanecer vivo”.

Na verdade, esta é a verdade. O tempo passa para todos e cada vez mais pessoas se preocupam com os efeitos do envelhecimento: rugas, flacidez, cansaço, entre outros.

Publicidade

No entanto, podemos tentar retardar esses efeitos por meio dos alimentos, com um dieta anti-envelhecimento .

Uma dieta anti-envelhecimento começa com uma boa dieta balanceada. O seu corpo funciona como o motor de um automóvel: se lhe fornecer um bom combustível, dura muitos mais anos. Agora, levando em consideração que o combustível do nosso corpo é o alimento, ele deve ser da melhor qualidade possível.

Com uma dieta anti-envelhecimento, você comerá bem, mantendo os sinais de envelhecimento e o peso sob controle.

Além de tirar algum peso de você, esta dieta o ajudará a ativar seu corpo para que ele funcione quase como se você tivesse 20 anos.

O QUE É UMA DIETA ANTI-ENVELHECIMENTO?

A dieta antienvelhecimento surgiu como uma forma de ajudar as pessoas preocupadas em mitigar as alterações físicas e mentais do envelhecimento.

Vários estudos têm demonstrado que há uma série de alimentos que devem ser consumidos regularmente, pois melhoram a saúde da pele e combatem o envelhecimento precoce do corpo.

Por meio do consumo de alguns alimentos e da redução da energia consumida diariamente, conseguimos retardar o envelhecimento e prevenir o surgimento de problemas de saúde, como perda de memória, problemas cardíacos, câncer, osteoporose, entre outros.

Publicidade

PARA QUE É UMA DIETA ANTI-ENVELHECIMENTO?

O envelhecimento é um processo natural e inevitável causado por fatores ambientais como radiação solar, tabagismo, estresse, álcool e alimentação inadequada.

A dieta anti-envelhecimento serve para combater os radicais livres, prevenindo o envelhecimento, a flacidez e o aparecimento de rugas.

Estudos têm demonstrado que alguns nutrientes podem melhorar a elasticidade, hidratação e firmeza da pele, reduzindo o aparecimento de rugas e manchas, levando a uma aparência mais jovem.

Essa dieta pode ser adotada por qualquer pessoa que queira retardar o envelhecimento, porém, você deve sempre consultar o seu médico ou nutricionista antes de continuar a adotar uma nova dieta, principalmente se tiver algum problema de saúde.

O objetivo não é apenas lidar com as consequências da velhice, mas, acima de tudo, evitá-las.

10 ALIMENTOS PARA INCLUIR NA DIETA ANTI-ENVELHECIMENTO

1. Salmão

salmão

Rico em ômega-3, o consumo de salmão é aconselhável pelo menos duas vezes por semana.

O salmão é um tipo de peixe com alto teor de ácidos graxos essenciais, como o ômega-3. É um alimento com capacidade de reduzir a inflamação do corpo, uma ação com muitos benefícios à saúde.

Os ômega-3 e os ômega-6 têm efeitos protetores no nível cardiovascular, promovem a cura, ajudam a estabilizar a pressão arterial, diminuem o colesterol e o risco de câncer de cólon, reto, próstata e mama.

Os principais compostos do salmão que ajudam a retardar o envelhecimento do componente cosmético são o ômega-3 e a vitamina D.

Além de hidratar e manter a pele livre de manchas, o consumo regular de salmão também ajuda a aumentar a elasticidade da pele.

2. Nozes

nozes

As nozes são ricas em ômega-6, podendo ser ingeridas diariamente como lanche ou em saladas adicionadas em uma porção de 3 a 4 unidades diárias.

Rica em vitamina B, as nozes promovem o funcionamento do coração e do cérebro, além de aumentar a resistência da pele. Embora as nozes sejam ricas em calorias, elas também são ricas em potássio, magnésio, ferro, zinco, cobre e selênio.

3. Azeite

azeite

Aproximadamente 75% do azeite de oliva é composto por ácido oleico, uma espécie de gordura monoinsaturada, responsável pela destruição do colesterol LDL, conhecido como colesterol ruim.

Além disso, o azeite contém altos níveis de polifenóis, como o hidroxitirosol, que possui um grande poder antioxidante.

O azeite deve ser consumido cru, sendo a variedade “virgem extra” a mais recomendada. No entanto, o azeite ainda é uma gordura, por isso deve ser consumido com moderação.

4. Vegetais

produtos hortícolas

Os vegetais são, como você sabe, alimentos ricos em vitaminas, minerais e compostos antioxidantes. Portanto, esses alimentos devem ser consumidos em abundância.

Entre as verduras crucíferas destacam-se repolho, repolho, couve-flor, brócolis, nabo, rabanete e agrião. Quando presentes na dieta, esses vegetais promovem a eliminação de toxinas e têm efeito protetor no que diz respeito à prevenção do câncer.

Prefira sempre comê-los crus ou levemente cozidos para que suas enzimas não percam a atividade.

Procure sempre variar as formas de preparo e consumo desses alimentos, utilizando-os no prato e na sopa.

Por exemplo, uma sopa de brócolis, espinafre e aspargos é rica em nutrientes e antioxidantes, como vitamina C, cálcio e magnésio, e contém grande quantidade de água, o que promove a hidratação do corpo e por sua vez, a manutenção de uma pele jovem.

5. Morangos e frutas vermelhas

frutas vermelhas

Frutas com grande poder antioxidante e baixo teor de carboidratos, morangos e frutas vermelhas são alimentos essenciais para se sentir mais jovem e cheio de vitalidade.

Publicidade

Além disso, essas frutas são ricas em vitaminas e minerais que o ajudarão a prevenir o aparecimento de várias doenças.

Os fitoquímicos presentes no morango e nas frutas vermelhas, conhecidos como flavonóides, são poderosos agentes antioxidantes, protegem contra a ação dos radicais livres e retardam o envelhecimento.

6. Ervas e especiarias aromáticas

ervas

A cúrcuma é uma especiaria que reduz a inflamação e tem efeito neuroprotetor, o molho tabasco passa por um processo de preparação que preserva as propriedades de seus antioxidantes e a canela tem sido objeto de estudos que comprovaram sua eficácia na redução do colesterol, dores de artrite e fadiga e na melhora cognitiva função e memória.

Esses são apenas alguns exemplos, e você deve sempre se concentrar no uso de ervas aromáticas e especiarias em vez de sal e açúcares.

7. Chá verde

chá verde

Apesar de ser uma bebida e não um alimento, o chá verde é essencial para quem busca uma bebida que promova o rejuvenescimento.

Este chá é rico em catequinas, antioxidantes que estimulam o metabolismo, previnem o envelhecimento e contribuem para prevenir a absorção de gorduras nocivas, reduzindo-a em 30%, e contém o aminoácido teonina que promove uma sensação de bem-estar e felicidade.

8. Sementes

sementes

A inclusão de sementes na dieta melhora o funcionamento dos sistemas digestivo e imunológico, o que deixa a pele mais bonita e também ajuda a prevenir o aparecimento de câncer.

Varie o tipo de sementes que você come e tente descobrir como usar e preparar cada tipo. Algumas das sementes mais utilizadas são a chia, a linhaça e a abóbora. Uma maneira deliciosa de comê-los é adicioná-los ao iogurte.

9. Lentilhas

lentilhas

Para manter sua pele bonita e firme, é importante consumir proteínas e fibras. As lentilhas não contêm apenas esses componentes, mas também um alimento de baixo valor energético, sendo uma alternativa interessante à carne, peixe ou ovos.

Além de deixar a pele mais bonita, o consumo regular de lentilhas também ajuda na redução do colesterol e no emagrecimento, já que são bastante saciantes.

10. Romã

romã

As romãs são tão recomendadas para tratamentos de beleza que até mesmo pararam para cremes faciais.

A romã é uma excelente arma contra os danos dos radicais livres, além de ser rica em antioxidantes, vitamina C e inúmeras outras vitaminas e minerais essenciais para a manutenção de um corpo saudável e uma pele bonita.

Além disso, a romã também ajuda na prevenção do câncer e na redução do colesterol.

ALIMENTOS A EVITAR

carne vermelha

Infelizmente, não basta apenas adicionar alimentos protetores para poder seguir perfeitamente uma dieta anti-envelhecimento.

Se você está procurando uma aparência jovem e saúde exemplar por tantos anos quanto possível, evite estes alimentos e hábitos:

  • Doces;
  • Álcool;
  • Bolos;
  • Refrigerantes;
  • Gorduras animais;
  • Refeições pré-preparadas;
  • Carne vermelha;
  • Salsichas;
  • Sal;
  • Tabaco;
  • Ambientes poluídos;
  • Exposição excessiva ao sol;
  • Estilo de vida sedentário.

OUTRAS DICAS

  • Procure cozinhar de forma saudável: prefira grelhar, assar ou assar no forno, usando pouca gordura e temperos para realçar o sabor. Evite usar caldos comprados;
  • Beba entre 1,5 e 2 L de água por dia, com ou sem refeições;
  • Faça as refeições em um ambiente descontraído, calmo e sem distrações;
  • Faça pequenas refeições, várias vezes ao dia, evitando ficar mais de 3 horas sem comer;
  • Mastigue bem a comida;
  • Deixe os excessos alimentares apenas para as épocas festivas e compense os exageros nos dias seguintes;
  • Pratique exercícios sempre que possível e como parte de sua rotina.

Veja também:

  • Antienvelhecimento: querer parar o tempo
  • Envelhecimento da pele: causas, sintomas e como lutar
  • Os 10 melhores alimentos anti-idade
  • Alimentos anti-envelhecimento

Nutricionista Mafalda Andrade

Nutricionista Mafalda Andrade

Licenciado em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, com uma Pós-Graduação em Nutrição Pediátrica pela Universidade Católica Portuguesa. Atualmente é formadora externa e Nutricionista na Farmodiética.

Dieta anti-envelhecimento: A fonte da eterna juventude!