Drenagem linfatica barriga antes e depois

Hoje a alternativa mais rápida que algumas pessoas tomam para se livrar dessa gordura acumulada na região abdominal é a lipoaspiração.

Porém, existe um método não invasivo que vai resolver esse excesso de gordura da mesma forma, mas sem dor; concedendo-lhe outros benefícios como, por exemplo, eliminar o stress e promover a circulação sanguínea.

Este método que estou falando é a drenagem linfática abdominal, uma forma muito eficaz de drenar gordura e excesso de líquido que faz você se sentir inchada, sem efeitos pós-operatórios dolorosos e com resultados rápidos.

Se você quer saber tudo sobre drenagem linfática abdominal, está no artigo perfeito, vamos falar tudo o que precisamos saber sobre essa técnica que está se tornando cada vez mais popular.

Drenagem linfatica barriga antes e depois

Drenagem linfatica barriga antes e depois
Drenagem linfatica barriga antes e depois

A Drenagem linfática é massagem na zona do abdômen visando eliminar e reduzir a celulite e a gordura acumulada, além de combater a flacidez nesta zona e reduzir os líquidos e o tecido adiposo que geralmente se encontra na parede abdominal.

Por outro lado, refira-se que também irá eliminar toxinas e aumentar a resposta imunitária do organismo, conseguindo proporcionar um estado de bem-estar e relaxamento.

Atua no sistema linfático através de contrações musculares e respiração, por isso esta técnica ajuda a linfa a circular para os gânglios linfáticos.

Além disso, a massagem pode ser realizada em outras áreas do corpo, como as pernas ou o rosto.

Função de drenagem linfática abdominal

As funções desse procedimento estão voltadas principalmente para os efeitos de drenagem, pois provocam a saída do líquido que está no espaço entre as células de um tecido, e são conduzidos por seus vasos em direção aos linfonodos.

Além disso, também possui efeitos neurovegetativos, sedativos e relaxantes.

Por outro lado, tem efeitos nos músculos lisos e estriados, bem como na parede intestinal, ajudando a combater a prisão de ventre e tonificando as paredes das artérias, promovendo o movimento dos vasos linfáticos.

Também tem efeitos imunológicos, pois melhora o sistema imunológico drenando os tecidos e melhorando as células defensivas.

Além disso, antes e depois de uma operação traz múltiplos benefícios, pois melhora a cicatrização e a recuperação pós-operatória é muito mais rápida, sim, isso deve sempre andar de mãos dadas com um especialista.

Em suma, esta técnica de drenagem funciona eliminando o excesso de líquidos, resíduos e toxinas, assim como a gordura.

Tudo isso através dos movimentos precisos que levam a linfa a passar por uma série de nódulos que a drenarão, de forma que também garanta que nutrientes e proteínas sejam metabolizados pelas células de forma satisfatória.

Graças a isso, poderemos aliviar o inchaço e reduzir a dor abdominal.

Função da drenagem linfática

Como essa técnica é realizada?

Isso é feito manualmente, com a ajuda de um especialista em linfonodos ou por você mesmo, mas com preparo prévio e conhecimento sobre o corpo e o tratamento.

Baseia-se na massagem das zonas abdominais que parecem volumosas e inflamadas, quer por retenção de líquidos ou gordura acumulada.

Esta massagem da derme atinge o sistema linfático, que é responsável pela limpeza e purificação, eliminando resíduos e excesso de líquidos.

Ao ativar o sistema circulatório linfático, nutre os tecidos, drena -os e oferece resultados imediatos (embora, dependendo do paciente, possam ser observados instantaneamente ou após algumas sessões).

Pode levar até dez sessões de uma hora cada para perceber as mudanças e melhorias.

Seja realizada pelo terapeuta ou por você mesmo, é importante que você saiba que os movimentos da massagem devem ser leves, suaves e precisos.

Pressionar levemente a área a ser tratada para estimular os gânglios linfáticos responsáveis ​​pela eliminação do excesso de líquidos e gorduras, além de sais e toxinas.

Passos a serem seguidos pelo especialista

Para bombear o sistema linfático, os músculos são utilizados, através de contrações musculares o líquido se move em direção aos nódulos.

Para que a massagem de drenagem contribua com esses movimentos que através de técnicas de expiração e inspiração profunda, a contração abdominal faz com que o líquido seja eliminado.

A drenagem linfática abdominal pode ser feita em uma ordem básica:

Golpes iniciais, toques relaxantes: tocando da esquerda para o lado direito da cintura do paciente, uma mão faz movimentos circulares sobre a área do plexo solar cardíaco e a outra mão realiza movimentos relaxantes esfregando suavemente sobre a área.

Cólon descendente: nesta etapa, o movimento inicia-se com uma leve pressão na região cólica esquerda, descomprimindo em direção ao púbis e alternando uma mão e depois a outra, seguindo a linha interna da crista ilíaca.

Triângulo do cólon: no abdome é desenhado um triângulo imaginário que representa os diferentes segmentos do cólon (ascendente, transverso e descendente)

No triângulo, as mãos devem esfregar, arrastando suavemente a pele e seguindo o sentido do trânsito intestinal.

Círculos no cólon descendente, ascendente e transverso: em cada segmento do cólon você deve fazer três pontos para trabalhar com círculos, e a direção deve seguir o trajeto intestinal.

Toque de sete: uma vez trabalhados os segmentos do cólon, com os polegares faz círculos desde a linha umbilical até os gânglios inguinais.

Esvaziamento dos linfonodos abdominais: com círculos feitos com as pontas dos dedos, pressione suavemente e mova os movimentos em direção aos linfonodos inguinais.

Respiração final: enquanto o paciente inspira, o profissional deve colocar as mãos sobre as costelas e pressionar suavemente no momento da inspiração, passando os polegares ao longo do arco costal e terminando na crista ilíaca e ligamentos inguinais.

Uma vez feita a técnica, entraremos em um estado de relaxamento que o favorecerá para obter ótimos resultados nas sessões seguintes.