Gato pode comer cuscuz?

No artigo de hoje vai saber se gato pode comer cuscuz no nosso guia completo.

Cuscuz é um prato berbere originário do Magrebe (região do noroeste do continente africano). Consiste num preparado de sêmola de cereais, principalmente o trigo, quando a sêmola é amassada à mão com um pouco de água até se transformar em pequenos grãos que devem ser cozidos no vapor numa cuscuzeira e servidos com um molho que pode ter sido feito na parte inferior da cuscuzeira.

Na Tunísia, o cuscuz tem “estatuto” de prato nacional, mas em Marrocos e Argélia é praticamente o prato do dia.

O molho que acompanha o cuscuz pode ser um guisado apenas de vegetais, ou ter carne ou peixe (principalmente nas zonas costeiras). Na Tunísia, o cuscuz mais popular é preparado com carne de borrego e frutas secas, mas o mais famoso é feito com o estômago do borrego recheado com ervas aromáticas e outros temperos.

Em Marrocos, o mais popular é servido com um molho de sete vegetais, que é tradicionalmente servido às sextas-feiras, depois da oração do meio-dia, enquanto que a receita mais doce, com amêndoas, cebola caramelizada e várias especiarias, é reservada para dias de festa.O cuscuz foi escolhido como o terceiro prato mais popular para os franceses, em 2011.

Gato pode comer cuscuz ?

Gato pode comer cuscuz ?
Gato pode comer cuscuz ?

Não , não é recomendado que um gato coma cuscuz.” O cuscuz é um grão e os gatos não precisam comer grãos de nenhuma forma ou forma. O triste é que muitos alimentos para gatos por aí usam grãos como enchimento, então, a menos que você esteja alimentando seu gato com uma dieta premium, eles já podem estar bastante acostumados a comer produtos de grãos.

A este respeito, se você está sem comida de gato e precisa suplementar com cuscuz, pode segurá-los até a próxima refeição real. Mas, idealmente, você não gostaria de dar cuscuz aos seus gatos, se puder.

Não é realmente especial
Embora o cuscuz tenha um nome exótico e pareça ser feito com ingredientes especiais, ele simplesmente se transforma em massa e, por isso, não é bom nem necessariamente ruim para o seu gato comer.

Não é a melhor coisa que eles poderiam comer, mas por causa de seu pequeno tamanho, você pode dar ao seu gato alguns pedaços para ver se ele gosta e haverá pouca consequência. Encher o prato com uma pilha de cuscuz não seria uma boa ideia.

Legumes seguros para gatos

1. Brócolis

O brócolis não é apenas saboroso, mas também é seguro para o seu gato comer. É extremamente fácil de preparar e contém muitos antioxidantes. O brócolis também é uma boa fonte de volumoso, o que ajudará seu gato com melhores movimentos intestinais e um sistema digestivo saudável.

2. Cenouras

Da mesma forma, as cenouras são uma boa fonte de vitaminas e minerais. As cenouras são uma ótima fonte de vitamina A, que é uma vitamina essencial para o seu gato se manter em boa saúde.

As cenouras são um ótimo lanche, mas devem ser dadas com moderação. As cenouras não são ideais para gatos com histórico de cálculos ou cristais de oxalato de cálcio na urina, pois contêm uma quantidade moderada de oxalatos.

As cenouras podem ser dadas cozidas ou cruas, mas idealmente devem ser cozidas primeiro para evitar se tornar um risco de asfixia para o seu gato.

3. Feijão verde

Muitos outros vegetais verdes são perfeitamente seguros para o seu gato comer e podem desempenhar um papel importante em uma dieta saudável, incluindo ervilhas e feijão verde.

O feijão verde fresco ou congelado (quando cozido) pode trazer muitos benefícios à saúde. Se você estiver optando por feijão verde enlatado, verifique se eles têm baixo teor de sódio, pois muito disso pode ser ruim para o seu gato.

O feijão verde pode ser o mais benéfico de todos porque serve como fonte de fibra e pode ajudar no sistema digestivo do seu gato e no controle da perda de peso. Semelhante às cenouras, o feijão verde contém uma quantidade moderada de oxalatos, portanto, limite a alimentação de gatos com histórico de problemas na bexiga.

4. Espinafre

Além de fornecer vitaminas e minerais, o espinafre pode ter um efeito anti-inflamatório nos felinos. No entanto, é especialmente importante que o espinafre seja administrado apenas em pequenas quantidades, pois contém oxalato de cálcio.

Em pequenas doses, isso é inofensivo, mas em quantidades maiores pode contribuir para problemas sérios do trato urinário em seu gato.

5. Maçãs

A resposta simples é sim, os gatos podem comer maçãs . As maçãs são um alimento humano seguro para os gatos comerem, embora muitos gatos não gostem do sabor. Algumas fontes afirmam que, como os gatos são ‘carnívoros obrigatórios’, eles não podem digerir maçãs.

Isso não é verdade. ‘ Obrigar carnívoro ‘ significa simplesmente que os gatos precisam comer carne para sobreviver, pois não conseguem obter toda a nutrição de que precisam de fontes vegetais. Os gatos ainda são capazes de digerir maçãs e outros alimentos à base de plantas.

As maçãs não devem ser dadas a gatos com diabetes , pois são ricas em açúcar e podem desestabilizá-las.

As maçãs devem ser dadas com muito cuidado a gatos com DII , sensibilidade e gastroenterite crônica, pois esses gatos são mais propensos a ter efeitos colaterais ao comer qualquer coisa fora da norma. A quantidade e a combinação de tipos de fibra nas maçãs podem ser difíceis de digerir, causando excesso de gases, dor de estômago e diarreia .

Existem pontos negativos na alimentação de vegetais para gatos?

Os gatos são carnívoros obrigatórios, então eles não têm as enzimas digestivas que são necessárias para quebrar certos tipos de fibra vegetal, então muitos vegetais podem causar problemas digestivos ao seu gato.

Enquanto os vegetais contêm fibras, o que é benéfico para o sistema digestivo, os vegetais também contêm carboidratos. Calorias extras de carboidratos podem levar à obesidade felina, um problema crescente em gatos. Portanto, embora os gatos possam comer vegetais com segurança, é importante que eles sejam dados a eles apenas em pequenas quantidades.

Embora seja geralmente considerado seguro alimentar seu gato com a maioria dos vegetais – se eles estiverem perfeitamente cozidos e preparados – alguns vegetais precisam ser evitados porque são perigosos para os gatos ou porque os gatos têm dificuldade em digeri-los.

Alguns dos vegetais para ficar longe incluem:

  • Cebolas
  • Alho
  • Tomates*
  • Cebolinha
  • Alho-poró
  • Abacates

Legumes a evitar

Cebola, Cebolinha e Alho

Membros do gênero Allium, como cebola, cebolinha, alho e alho-poró, são tóxicos porque possuem uma variedade de oxidantes contendo enxofre que os gatos têm dificuldade em decompor. Esses compostos causam danos aos glóbulos vermelhos, fazendo com que o corpo do gato os destrua, o que pode levar à anemia.

Esses vegetais são tóxicos em todas as formas (desde crus a cozidos e até em pó). A ingestão de qualquer quantidade causará algum dano aos glóbulos vermelhos, mas a doença ocorre quando a quantidade de glóbulos vermelhos danificados é maior do que a capacidade do corpo de produzir mais.

A quantidade que causa uma toxicidade varia de acordo com a concentração desses agentes oxidantes, mas o alho é o mais potente do grupo. Os sintomas dessa toxicidade incluem vômitos , diarreia , fadiga , respiração difícil, gengivas pálidas ou amarelas e urina de cor vermelha a marrom.

Tomates

Tomates maduros, por si só, não são perigosos para os gatos comerem. No entanto, as folhas, caules e outras partes do tomateiro são tóxicos, e um tomate que ainda não está maduro pode causar problemas gastrointestinais.

Abacates

O abacate é um lanche saudável e moderno para nós, mas para os gatos pode causar problemas. Abacates têm um teor de gordura que é muito alto para gatos. As sementes também podem representar um risco de asfixia ou obstrução intestinal

Benefícios dos vegetais para gatos

Lembre-se, os vegetais não são uma parte essencial da dieta do seu gato e, embora os gatos não possam comer vegetais sozinhos, eles podem fornecer benefícios nutricionais à saúde.

Em geral, os gatos podem comer a maioria dos vegetais. Eles podem apreciar alguns misturados com sua dieta normal para variar. Como regra geral, certifique-se de que as guloseimas e suplementos não representem mais de 10% da ingestão de calorias do seu gato. Os vegetais contêm nutrientes como magnésio, potássio, fibras, vitaminas e antioxidantes, que podem ser benéficos para ajudar a impulsionar o sistema imunológico do seu gato e ajudar na digestão.

Os vegetais podem servir como uma alternativa de baixa caloria às guloseimas normais para gatos , mas, como em todos os planos alimentares, você deve primeiro consultar seu veterinário sobre as necessidades específicas do seu gato.

Você encontrará muitos vegetais diferentes no mercado, mas certifique-se de oferecer apenas vegetais seguros e benéficos ao seu gato.

Conclusão

Em geral, a maioria dos vegetais é considerada segura, mas deve ser dada apenas como uma guloseima ocasional e não deve constituir o núcleo da dieta de um gato.

Sempre consulte seu veterinário e pesquise quais vegetais são adequados. Se os vegetais causarem uma perturbação para o seu gato ou o seu gato parecer mal depois de comer vegetais, então você deve procurar o conselho do seu veterinário.