Homem que trai pode mudar

No artigo de hoje vais ficar a saber se homem que trai pode mudar, no nosso guia completo.

Entrar no tema da infidelidade é complicado, porque sempre ouviremos: ‘se ele te traiu uma vez, sempre fará’ ou ‘o infiel não muda, apenas descansa’, mas quão verdadeiro é isso, pode um infiel mudar realmente?

No entanto, existem algumas diretrizes que podem nos ajudar a determinar a probabilidade de nosso parceiro trapacear novamente ou não. A ideia de que “se ele fizer uma vez, sempre o fará” ou “uma vez que ele for infiel, ele sempre será infiel a você” é falsa.

Homem que trai pode mudar

Homem que trai pode mudar
Homem que trai pode mudar

Sera que um Homem que trai pode mudar? Um homem decide por convicção ser fiel apenas quando sofreu em primeira mão as consequências da infidelidade, como separar-se da mulher que ama, afastar-se dos filhos, perder a casa e o respeito dos amigos e família.

Quando isso acontece, ele está disposto a fazer terapia de casal. Ele assume sua responsabilidade, sente a dor do outro, se arrepende de coração e decide nunca faltar à confiança de seu parceiro.

Ele o fará de novo:
Se o homem que trai não admite o que aconteceu, evita falar sobre o que aconteceu, minimiza o acontecimento ou não assume responsabilidade e, ao contrário, culpa ou fica na defensiva cada vez que o assunto é levantado, você tem tenha cuidado, porque é provável que você não esteja pronto para mudar

Requisitos para a pessoa realmente mudar, depois de ser infiel:

1 A pessoa que traiu deve reconhecer 100% da responsabilidade pela infidelidade. Se, depois de uma infidelidade, você culpar seu parceiro pelo erro com frases como: 

“você não prestou atenção em mim” ou “você estava longe de mim” ou “tive que procurar em alguém o que você não me deu “ é menos provável de fazer uma mudança real. Lembre-se de que só podemos mudar as coisas pelas quais somos responsáveis.

2 A pessoa que cometeu o erro deve sentir e lamentar: é preciso  que a pessoa compreenda o sofrimento que causou e se permita sentir a dor do parceiro, sem tentar minimizá-la ou agir defensivamente. Um “sinto muito, mas vamos mudar de assunto” não é suficiente

A pessoa que foi infiel tem que ser paciente e entender que seu parceiro precisa de um tempo indefinido para se curar. Isso não quer dizer que serão condenados para sempre, de fato, para que voltem com saúde, é preciso perdão, mas quem traiu deve entender que demora para se recuperar e que o tempo é diferente para cada pessoa.

3 A pessoa infiel deve estar aberta para responder às perguntas necessárias e não esconder os detalhes:  é preciso saber falar abertamente sobre o que aconteceu e responder a todas as perguntas (deixando de fora os detalhes sexuais, porque aqueles podem repetir traumatizar).

Se a pessoa que traiu se recusa a dar explicações ou age na defensiva diante das dúvidas, isso significa que ainda não compreendeu a dor que causou ao parceiro e que tem o direito de compreender e dar sentido ao que aconteceu.

Às vezes acontece que a pessoa que traiu não quer causar mais estragos falando de detalhes que podem ser dolorosos, mas tem que entender que quem traiu provavelmente já se preparou para o pior e o que ela precisa é de honestidade, acima de tudo . Mais mentiras ou omissões neste estágio podem ser fatais para a recuperação.

A pessoa que traiu, juntamente com seu parceiro, deve refletir sobre o estado de seu relacionamento antes da infidelidade e mudar os aspectos que os levaram à saída (se houver). 

Isso não significa que ambos sejam responsáveis ​​pela infidelidade, mas que ambos contribuem e são responsáveis ​​pelo relacionamento como tal, portanto, devem trabalhar juntos para melhorar o vínculo emocional, o respeito, a confiança, a comunicação, a empatia, etc. Simplificando, é crucial entender a causa da infidelidade. 

Entender o que cada um de vocês precisa no relacionamento e trabalhar para torná-lo saudável e satisfatório é crucial. Além disso, só assim a confiança total será restaurada, pois eles podem garantir que houve um “antes e um depois” em seu relacionamento.