Você sabia que o lifting mamário, também conhecido como mastopexia, é uma técnica de elevação dos seios.

E que tem sido essencial para restaurar a confiança e autoestima de muitos pacientes pelo mundo. E é justamente sobre essa técnica que abordaremos nesse post.

Os liftings de mama estão em alta, subindo 13,9 por cento apenas no ano passado, e um aumento impressionante de 57,5 ​​por cento desde 2012, de acordo com a Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética.

A flacidez pode atormentar qualquer mulher, jovem ou madura, de peito pequeno ou grande. Na verdade, não é incomum, diz a cirurgiã plástica de Beverly Hills Sheila Nazarian.

Pacientes na faixa dos 20 anos tenham seios que pendem como os de uma pessoa de 60 anos, especialmente se eles suportaram as convulsões hormonais e físicas da gravidez e da amamentação.

Lifting não cirúrgico mama antes e depois

Lifting não cirúrgico mama antes e depois
Lifting não cirúrgico mama antes e depois

O procedimento de uma a três horas (mamas maiores demoram mais) é normalmente feito sob anestesia local ou sedação intravenosa e é considerado minimamente invasivo. Lifting não cirúrgico mama antes e depois, observe a imagem anterior.

Embora os pacientes possam voltar ao trabalho no mesmo dia, alguns médicos recomendam ficar deitada por alguns dias para superar o desconforto.

Você pode esperar até duas semanas de hematomas e inchaço, bem como vermelhidão e sensibilidade temporárias.

Embora os resultados sejam “reais e previsíveis”, diz Levine, o candidato ideal é alguém com um copo C ou menor, um índice de massa corporal inferior a 30 e uma pele saudável o suficiente para produzir colágeno.

Após o término, o verdadeiro trabalho da RF pode começar – aumentando gradualmente o colágeno. Você não ficará impressionado imediatamente após o tratamento, mas o que se segue é “bastante notável”, acrescenta Levine.

“A maioria das pessoas começa a notar o aumento algumas semanas depois, e realmente se torna evidente dois a três meses depois, com os seios continuando a apertar e levantar por até 24 meses.”

Para que serve o lifting mamário?

O lifting mamário é um procedimento cirúrgico utilizado para tratar casos de Ptose das mamas. Que é quando elas ficam flácidas e perdem a nivelação.

Existem três tipos básicos de Ptose, que podem ser tratadas com o lifting de mama.

  • Leve

Quando o seio ainda não está muito flácido e possui pouca perda de sustentabilidade.

  • Moderada

Quando o seio possui maior flacidez, o que leva a uma maior queda visual da mama.

  • Acentuada

Quando o seio tem bastante flacidez, e fica com os mamilos totalmente direcionados para o chão. Bem abaixo nos níveis esteticamente aceitáveis pelas pacientes.

Tipos de técnicas de lifting de mama

Atualmente são utilizadas quatro técnicas básicas de lifting mamário. Para que sejam realizados os procedimentos de elevar as mamas e deixá-las novamente firmes e sustentadas.

  • Periareolar

Técnica de lifting de mama que realiza uma incisão em toda pele, na volta inteira da aréola da mama. Trazendo um leve levantamento dela. É pouco invasiva e indicada, portanto, para quem possui mamas não muito grandes e ptose de grau leve.

  • Vertical

Já a técnica vertical realiza uma incisão maior na mama. Que vai em volta da auréola e finaliza com um corte para baixo.

Como o corte é mais profundo, a técnica já é mais invasiva. Portanto, sendo recomendada para mulheres de seios grandes e ptose de moderada a acentuada, elevando grandemente os seios.

  • Âncora

Este tipo de lifting de mama realiza uma grande incisão em formato de âncora, indo da parte superior do mamilo, até as partes laterais e inferiores dele.

Mesmo sendo bastante invasiva, a técnica é a única opção para pacientes com ptose acentuada nas mamas. Porque é capaz de realmente elevar os seios.

Como é o procedimento de lifting de mama?

Em um procedimento de lifting mamário, o cirurgião fará as incisões conforme a demarcação e o tipo de técnica. Em muitas vezes, o cirurgião separa toda a pele da glândula do músculo.

Depois, ele modela novamente a glândula para ficar redonda e alta. Podendo ser até compatível com uma prótese. E por cima disso ele retira a pele e a sobra de pele, fazendo o corte e depois a costura.

Pós operatório

O pós operatório de um lifting mamário geralmente inclui 12 horas de internação. Além do uso de malha de compressão para ajudar no controle do inchaço e sustentar os seios enquanto cicatrizam.

Ou seja, isso é importante para sustentar as mamas e não fazer peso em cima dos cortes.

Espere ainda algumas dores e hematomas, sendo essencial que se evite a prática de atividades físicas. Além da exposição ao sol, e a não realização de movimentos bruscos com os braços, nem mesmo levantá-los.

Por fim, não evite consultas após o procedimento de lifting de mama, e sempre que verificar inconsistências procure o seu médico, para que tudo corra bem!