Apesar de sua recente introdução, a lipoaspiração é um dos procedimentos de cirurgia estética mais populares do mundo.

Não é indicado para tratar problemas de obesidade, mas seu objetivo principal é a remoção de adiposidades inestéticas localizadas (abdômen, nádegas, quadris…).

Publicidade

Os resultados dependem em grande parte da elasticidade e firmeza da pele do paciente. Esta intervenção de cirurgia plástica pode ter riscos como qualquer outra, por isso é muito importante que o paciente esteja em bom estado geral de saúde no momento da operação.

A lipoaspiração consiste na extração de gordura de partes localizadas do corpo por meio de cânulas por meio de pequenas incisões na pele. Também oferece a possibilidade de reposicionar parte da gordura extraída em outras áreas do corpo para fins estéticos.

Lipo no braço antes e depois

Lipo no braço antes e depois
Lipo no braço antes e depois

O perfil de um paciente lipoaspirado é de uma pessoa com peso adequado, mas com depósitos de gordura localizada em diferentes áreas do corpo. lipoaspiração no braço e em outras regiões é contraindicado nas seguintes situações:

  • Ser obeso ou com sobrepeso
  • Sofre de problemas de má circulação
  • Em caso de pressão alta
  • Ter problemas cardíacos, hepáticos ou renais
  • Ter uma expectativa exagerada sobre os resultados esperados

Tipos de Procedimentos para Lipoaspiração

lipoaspiração tumescente

É o tipo mais comum. Uma solução médica é injetada antes da operação consistindo de um anestésico local, epinefrina para reduzir a perda de sangue e uma solução intravenosa para ajudar a remover a gordura mais facilmente.

Técnica super molhada

É semelhante à lipoaspiração tumescente, exceto que não é injetada tanta solução médica, apenas a quantidade que é igual à quantidade de gordura a ser removida.

 A desvantagem desta técnica é que muitas vezes é necessária alguma forma de sedação ou anestesia geral.

Lipoaspiração assistida por ultrassom (UAL)

Essa técnica usa vibrações ultrassônicas para transformar as células de gordura em líquido para que possam ser aspiradas. Com uma pequena cânula quente, sob a superfície da pele. 

Publicidade

Essa técnica ajuda a eliminar a gordura nas áreas mais densas e fibrosas do corpo, como as costas.

Lipoaspiração assistida por laser (LAL)

As células de gordura são liquefeitas usando a energia do laser. 

Eles podem então ser aspirados ou drenados através de pequenos tubos, pois são menores que os usados ​​na LAU. É uma técnica ideal para eliminar a gordura em pequenas áreas, como o queixo ou o rosto.

Procedimento de lipoaspiração

Preparação do paciente para lipoaspiração

O paciente receberá orientações sobre a ingestão de alimentos e bebidas, o consumo de tabaco e a supressão ou não de determinados medicamentos.

 Aqueles que podem afetar a coagulação do sangue serão removidos. Um estudo pré-operatório deve ser realizado no paciente através de um exame de sangue e um eletrocardiograma.

Intervenção

A lipoaspiração deve ser realizada em uma sala de cirurgia sob anestesia. O mais usual é que se use anestesia local com sedação, mas o tipo de anestesia vai depender da quantidade de gordura a ser extraída e do tipo de lipoaspiração.

 Não requer internação hospitalar e sua duração é de 1 a 2 horas. As áreas do corpo a serem tratadas devem ser previamente marcadas com um marcador. 

Através de pequenas incisões entre pele e músculo nas áreas a serem tratadas, uma cânula conectada a uma máquina de vácuo é colocada e movida para quebrar e sugar os depósitos de gordura.

Pós-operatório

Analgésicos devem ser prescritos ao paciente para acalmar a dor que ele sofrerá após ser operado. Para controlar a inflamação e o sangramento, deve-se colocar uma bandagem elástica ou cinta, que também ajudará a pele a se adaptar ao seu novo contorno.

 Você precisa usá-lo por duas semanas, dia e noite, e depois apenas para o dia. As áreas tratadas ficarão inchadas e machucadas.

Também é possível notar uma perda temporária de sensibilidade nas áreas tratadas.

É aconselhável iniciar a caminhada o quanto antes para evitar a formação de trombos nas veias das pernas, mas exercícios físicos intensos devem ser evitados nas primeiras 3 ou 4 semanas após a intervenção. 

Dependendo do tipo de lipoaspiração, a recuperação pode ser de 2 ou 3 dias a semanas. Os pontos serão retirados entre 10 e 15 dias após a operação.

No início é normal que o paciente se sinta deprimido, mas com o passar dos dias esse sentimento negativo vai desaparecendo porque vai parecer melhor.

Efeitos da lipoaspiração

Os resultados da lipoaspiração são duradouros, desde que se pratique uma alimentação saudável e exercícios físicos. E mesmo se você ganhar peso, a gordura será distribuída de forma mais uniforme.

Complicações da lipoaspiração

As possíveis complicações da lipoaspiração são:

  • Deformidades do contorno corporal
  • Diminuição da sensibilidade da pele
  • contusões
  • inchaço nas pernas
  • complicações da anestesia
  • Sangramento durante a intervenção
  • Trombose venosa profunda
  • Reações a certos medicamentos
  • edema pulmonar
  • Infarto do miocárdio
  • embolia gordurosa

Conclusão final

A lipoaspiração é um dos procedimentos de cirurgia estética mais úteis atualmente, pois permite a retirada de gordura localizada em praticamente todas as áreas do corpo com anestesia local, sem internação e sem cicatrizes. Os resultados são finais.