Você sofre de calvície ou alopecia? Você não precisa se acostumar com isso e se resignar.

O Microagulhamento Capilar é um tratamento que utiliza o Dermapen e sua técnica de multipunção com microagulhas descartáveis ​​que atuam em alta velocidade, abrindo microcanais na região do couro cabeludo.

O que estimula o crescimento de cabelos saudáveis. Além disso, fatores de crescimento tópicos ricos em proteínas podem ser usados ​​para apoiar a saúde dos folículos capilares.

O cabelo é um instrumento de identificação e comunicação social, sua alteração ou ausência pode ser causa, ou consequência de distúrbios psicológicos.

Microagulhamento capilar antes e depois

Microagulhamento capilar antes e depois
Microagulhamento capilar antes e depois

O Microagulhamento Capilar é um procedimento minimamente invasivo, no qual são utilizadas múltiplas agulhas finas e aplicadas no estrato córneo.

A camada mais superficial da pele, desta forma são formados microcanais, promovendo a liberação do fator de crescimento derivado de plaquetas (PDGF).

Ativação de células-tronco na haste do bulbo capilar e indução de fatores de crescimento capilar associados a genes como VEGF, β-catenina, Wnt3α e Wnt10β, formando colágeno e neovascularização.

Para usar a técnica de mesopen e microagulhamento para queda de cabelo, tanto homens quanto mulheres que sofrem com afinamento, fraqueza, queda de cabelo e queda de cabelo são ideais.

Geralmente devido a essa queda de cabelo devido aos hormônios, uso de medicamentos, estresse etc

O Microagulhamento Capilar facilita a penetração de outras terapias que promovem o crescimento capilar.

Para quem é indicado o tratamento de microagulhamento capilar?

O Microneedling Capilar destina-se tanto a homens como a mulheres que pretendem travar a queda de cabelo, com uma perda de mais de 200 fios por dia, cabelos enfraquecidos ou que começam a clarear.

Também é eficaz na preparação e manutenção prévia de um enxerto capilar.

Benefícios do microagulhamento capilar

  • Melhora a vascularização e desminiaturização dos folículos capilares.
  • Ativação dos fatores de crescimento plaquetário PDGF e fatores de crescimento IGF1.
  • Ativação de células-tronco no caule do bulbo capilar.
  • Indução de fatores de crescimento capilar associados a genes como VEGF, β-catenina, Wnt3α e Wnt10β, formando colágeno e neovascularização.
  • Maior transporte de nutrientes e oxigênio para a raiz do cabelo.
  • Nascimento de novos cabelos.

O que sentirei durante o tratamento de microagulhamento capilar?

Durante o Microneedlig Capilar, as microagulhas são aplicadas na parte mais superficial da pele, formando microcanais.

Isso pode causar um leve desconforto, bem como eritema ou vermelhidão, resultando na ativação de fatores de crescimento plaquetário (PDGF).

Uma vez formados os microcanais, serão aplicadas vitaminas como arginina ou zinco, cafeína e fatores de crescimento como IGF-1.

Desta forma, será possível promover o crescimento de novos cabelos.

Após 10 minutos de tratamento, os microcanais criados pelas microagulhas se fecham.

O microagulhamento capilar combinado com o uso de luz LED em 660 nm estimula a proliferação de células da papila dérmica (hPDC) por meio da ativação das vias Wnt/β-catenina e ERK.

A papila dérmica é um grupo de células essenciais para a raiz do cabelo, pois são responsáveis ​​pelo transporte de nutrientes e oxigênio necessários para o crescimento do cabelo.

Quantas sessões de microagulhamento capilar são necessárias para um resultado ideal?

Para um resultado ideal, deve ser realizada pelo menos 1 sessão por semana durante 3 meses e para a manutenção dos resultados, 1 sessão por mês.

Caso seja realizado um enxerto capilar, recomenda-se a aplicação do Microagulhamento Capilar 2 meses antes do enxerto capilar. 1 sessão semanal por 1 mês, mais 1 mês de descanso antes do enxerto capilar.

Na manutenção de um enxerto capilar, deve ser realizada 1 sessão por mês.

É aconselhável praticar microagulhamento?

Dado que seus benefícios no couro cabeludo e fortalecimento do cabelo são reais, a questão permanece sobre sua prática em casa, já que uma das qualidades virais do rolo de microagulhas nas redes sociais é precisamente a facilidade de uso.

O médico recorda os perigos deste tipo de técnica, uma vez que a sua utilização não é recomendada em grávidas, lactentes.

Pessoas com problemas de coagulação ou agregação, diabete não tratada ou desequilibrada e pessoas alérgicas a qualquer um dos ingredientes do tratamento complementar.

No entanto, nem tudo é tão milagroso no mundo do microagulhamento, pois, como o Dr. Martín-Gorgojo nos apontou, não há publicações científicas que demonstrem sua eficácia anti-queda.

Outro aspecto que deve ser considerado antes de se lançar totalmente ao microagulhamento é em quais tipos de alopecia ele pode ser mais eficaz.

Pois, só foi considerado em casos de alopecia androgênica (calvície comum) e alopecia areata (um tipo de alopecia autoimune).

Atrevo-me a experimentar o microagulhamento em casa?

Apesar de seus resultados promissores, como sempre, ir a um especialista é sempre a melhor opção, pois, além de ser uma prática que um profissional deve recomendar, evitamos possíveis infecções.

“ Indicada por um médico, realizada em condições adequadas e aplicada por profissional de saúde qualificado, é uma técnica segura”, conclui o dermatologista.

Benefícios do Microagulhamento Capilar

  • Estimula o crescimento do cabelo e previne a sua queda prematura.
  • Favorece a penetração profunda dos ingredientes ativos.
  • Incentiva a criação de colágeno e elastina.
  • Reduz o tamanho dos poros.