O bebê é amarelo. Por que e o que podemos fazer?

Você deu à luz um bebê recentemente e quando leva para casa vê que o bebê é amarelo, não entende por que isso acontece e quer coletar informações sobre o assunto.

Para ajudá-la na sua preocupação sobre o motivo do bebê ser amarelo, trouxemos informações completas sobre o assunto para que você possa tirar todas as dúvidas que tiver sobre o assunto e entender por que o bebê é amarelo.

Quando o bebê está amarelo, diz-se que tem icterícia, mas o que é icterícia?

A icterícia é o amarelecimento da pele e das membranas mucosas dos recém-nascidos, isso ocorre devido ao aumento da bilirrubina no sangue.

Ao nascer, o bebê costuma apresentar abundantes glóbulos vermelhos que geralmente se rompem nos primeiros dias de vida, aumentando assim os níveis de bilirrubina no sangue, para serem posteriormente expelidos pelo fígado, urina e fezes.

Existem diferentes tipos de icterícia, que serão nomeados a seguir:

  • Icterícia normal ou fisiológica: Isso se evidencia nos primeiros dias de vida do bebê e é causado pelo excesso de hemácias e pela baixa maturidade do fígado. Geralmente, dura cerca de duas semanas.
  • Icterícia do leite materno: Aparece na primeira semana de vida da criança e ocorre porque às vezes ela não está ingerindo leite suficiente e pode ficar desidratada, geralmente desaparece quando a ingestão de leite materno começa a aumentar.
  • Icterícia devido a incompatibilidade de grupo sanguíneo: Quando o bebê é Rh + e a mãe Rh- ou quando o bebê é do grupo A ou B e a mãe O, pode haver incompatibilidade no sangue e o bebê tem icterícia desde os primeiros dias de vida.
  • Icterícia patológica: Ocorre devido a uma doença e pode ser precoce, que é quando surge nas primeiras 24 horas de vida da criança ou tardiamente, que geralmente surge duas semanas após o nascimento do bebê.

Para saber exatamente se o seu bebê está sofrendo de icterícia, você deve estar atento aos sintomas que ele pode apresentar quando estiver em casa, ou seja, se você notar que ele está amarelando primeiro na região da cabeça e na região olhos e essa cor se espalha pelo tronco, abdômen e pés, você pode estar sofrendo de icterícia. Nesse caso, é melhor ir ao pediatra para avaliar o seu filho.

Em alguns casos, o especialista fará um exame de sangue para medir o nível de bilirrubina de seu filho e, em outros, esses níveis podem ser medidos por meio de um medidor de bilirrubina transcutâneo.

Assim que o nível de bilirrubina no sangue do seu bebê for determinado, o médico indicará o tratamento ideal conforme o caso.

Se a icterícia for leve, é melhor manter o bebê em um local da casa onde a luz do sol entra, para facilitar a degradação da bilirrubina e sua expulsão pela urina.

Mas se a icterícia for elevada, o bebê deve ser internado no hospital para fototerapia, que nada mais é do que um tratamento realizado colocando o bebê nu sob uma lâmpada ou colchão ultravioleta. Se isso não bastasse, é realizada uma exsanguíneo-transfusão, que visa extrair o sangue da criança e substituí-lo pelo de um doador compatível.