O casamento acabou? Aqui estão 10 sinais

É difícil e frustrante admitir que o casamento está no fim. Trata-se de acabar com algo que representou para nós um período de máxima felicidade e que pensávamos ser “para sempre”. Às vezes, existem caminhos e ações que podem salvar um casamento. Em outros casos, porém, o melhor a fazer é aceitar a realidade, por mais difícil que seja, e seguir em frente escolhendo caminhos diferentes.

Quase 50% dos casais que se casam pela primeira vez acabam se divorciando, de acordo com algumas estatísticas de divórcio. Os motivos podem ser os mais díspares: de problemas econômicos à incompatibilidade sexual. O epílogo é o mesmo: divórcio.

Como ter certeza de que seu casamento está chegando ao fim?

Os casamentos têm altos e baixos. Nos momentos ruins, a ideia de separação pode passar pela sua cabeça e, quando tudo passa e o relacionamento melhora, esse pensamento parece fora do lugar. Por esta razão é difícil distinguir se é simplesmente um momento ruim ou se, ao contrário, o problema não tem solução.

Depois de tudo, ninguém quer destruir um relacionamento e assumir a responsabilidade por ele. As consequências teriam impacto em vários níveis: desde o material, feito em conjunto, até o emocional, como as crianças a serem protegidas e cuidadas acima de tudo.

Seu casamento acabou
Momentos de tensão podem ser normais em um relacionamento. No entanto, quando se tornam frequentes, a ideia do divórcio pode começar a tomar forma.

Às vezes é bom procurar soluções. Shellie Warren, uma terapeuta de casais, recomenda faça 5 ações antes de concluir que seu casamento acabou.

  • Contate um conselheiro matrimonial.
  • Converse com o parceiro sobre as necessidades e preocupações do relacionamento.
  • Passe mais tempo juntos e crie momentos mais íntimos.
  • Reconheça seus erros e tente mudá-los.
  • Entenda que seu parceiro pode cometer erros.

Às vezes, porém, os sinais indicam que não há muitas saídas possíveis.

Você pode estar interessado em: Divórcio: tornando-o uma oportunidade de crescimento

Situações que não têm solução

Você tem que ter em mente que algumas situações não devem ser toleradas e eles nem precisam ser considerados.

1. Um casamento não tem solução se houver violência

Seja físico ou verbal, se você se sente agredido por seu parceiro, você não deve aceitá-lo e você deve entender que o comportamento violento é reiterativo.

2. Relações tóxicas

Diga pare
Abuso e relacionamentos tóxicos não são tolerados. Diante de qualquer alarme, a melhor solução é encerrar o relacionamento.

Uma relação tóxica pode não ser facilmente identificável, porque às vezes o errado é quase imperceptível. Se você se sente desprezado, abusado verbalmente, sujeito a críticas constantes, falta de empatia e consideração, você pode ser vítima de um relacionamento tóxico.

3. Mentiras indicam que o casamento está no fim

O relacionamento de um casal deve ser baseado na confiança. Se trapacear é um hábito para justificar certos comportamentos, a confiança começa a vacilar. Ao mesmo tempo, a infidelidade é um sintoma de pouco interesse no relacionamento. Embora às vezes possa ser perdoado e superado, muitos outros tendem a se tornar um vício.

4. Vícios

Embora haja amor e empatia entre vocês, se seu parceiro for viciado em álcool, drogas, jogos de azar ou qualquer outra forma de vício, mais cedo ou mais tarde, isso prejudicará o relacionamento.

O vício se tornará mais importante do que o casal e as consequências podem ser enormes. Nestes casos, o melhor é consultar um profissional.

Leia também: Saindo de um relacionamento tóxico: como fazer?

Sinais de que o casamento está no fim

Existem outras circunstâncias em que o caminho a seguir não é tão claro. Quando você ouve que o divórcio é iminente, mas as dúvidas não permitem que você decida, você pode estar procurando por alguns sinais que eles podem indicar que o casamento chegou ao fim.

1. Falta de respeito

Brigas de casamento
Um dos pilares de um relacionamento é o respeito mútuo. Caso contrário, o relacionamento não tem razão de existir.

Quando o respeito mútuo é perdido, o relacionamento se torna muito complicado. Se um dos dois valoriza pouco o outro, é improvável que esse sentimento mude para melhor. John Gottman, um dos psicólogos mais renomados, argumenta que este o desprezo é um dos “cavaleiros do apocalipse do casamento”.

2. Idealizar a vida de solteiro indica que o casamento está no fim

Pensar que você pode se sentir melhor sozinho ou com outra pessoa em determinados estágios da crise pode ser normal. Mas quando este pensamento se torna constante e você se encontra a cada momento viajar com a mente imaginando situações mais satisfatórias é um sinal de que você não está encontrando nenhuma satisfação no casamento.

3. Você continua lutando

As diferenças no casamento são normais. A convivência é muito difícil, mas quando há amor há tolerância. Se toda conversa se transforma em discussão, essa tolerância se perde. Pode até ser necessário descarregar um pouco de raiva no outro. Isso, é claro, não é bom para o relacionamento.

4. Crítica contínua

Seu casamento entre brigas
Se construtivas, as críticas são positivas, mas se se tornam destrutivas dão origem a um círculo vicioso que leva à ruptura.

Se você não vê nada de bom em seu parceiro – ou vice-versa – é porque as críticas tomaram conta do relacionamento. A crítica construtiva pode ser uma contribuição valiosa, desde que os aspectos positivos também sejam vistos. Quando a crítica é apenas destrutiva, segue-se que muitos outros aspectos importantes no casal também estão faltando.

5. Sempre culpe o parceiro

Em qualquer relacionamento, as responsabilidades devem ser compartilhadas. Quando seu parceiro o culpa por tudo, é mais provável que haja um sentimento de raiva em relação a você. É uma forma de depreciar, e que deve ser tratada com terapia de casal, caso contrário, será difícil manter um relacionamento nessas condições.

6. A falta de intimidade

A relação sexual é um aspecto importante na vida de um casal. Sem eles, o relacionamento não pode ser considerado completo. Se faltarem mais carícias, beijos ou abraços, o interesse pode ter sido perdido completamente.

Lembre-se de tentar todas as soluções possíveis se ainda estiver disposto a lutar pelo relacionamento. No entanto, tenha em mente que há certos aspectos que não devem ser tolerados. A terapia de casal é uma boa opção, mas se os sentimentos não mudarem, a decisão será clara.