O Facebook pode ser hackeado? – Métodos mais usados!

O Facebook pode ser hackeado? – Métodos mais usados!

Você já quis entrar no Facebook de uma pessoa e não pode negar. É por isso que provavelmente você se fez essas perguntas. Como hackear uma conta do Facebook e quais métodos podem existir? A verdade é que isso é uma realidade, por isso neste artigo irei falar sobre os métodos mais utilizados e como você pode evitar que sua conta seja roubada.

Antes de começar, você deve saber que se está pensando em usar qualquer um desses métodos para hackear alguém, é totalmente ilegal. Fazemos este post de forma educativa, queremos apenas informar e ajudar a prevenir. Tudo o que você faz é por sua própria conta e risco.

O que significa hackear?

O termo hack é bem conhecido na computação, pois define o ação abrupta e sem permissão para entrar em um sistema de computador ou rede. A pessoa que executa esta ação é nomeada hacker. Existem diferentes classes, entre elas estão: Trojans via mensagens de texto. Este hack consiste em montar um programa com um Cavalo de Tróia ou Cavalo de Tróia, como muitos o conhecem. Tem a capacidade de não ser visto e é proibido utilizá-lo, pois através dele é possível ler, apagar e modificar qualquer arquivo.

Como eles invadem uma conta do Facebook?

Estamos em um momento em que a Internet é indispensável para a maioria das pessoas. Redes sociais como o Facebook se tornaram muito importantes, tanto que mais de 864 milhões de pessoas usam essa rede social todos os dias, por isso não é surpreendente que muitas pessoas queiram ganhar a vida roubando contas e obtendo informações pessoais.

Uma das formas mais conhecidas e usadas de hackear o Facebook é chamada Exploits. O que é um exploit? Se você é um iniciante neste tópico de hacks, um exploit são pedaços de dados ou scripts usados ​​para tirar vantagem da vulnerabilidade de um sistema de informação massivo.

Os exploits são responsáveis ​​por abrir uma página da web (por exemplo Facebook ou Gmail) de forma falsa para que você insira todos os seus dados pessoais. Desta forma, algumas pessoas usar exploits em páginas comuns para que você caia nessa armadilha e seja mais fácil encontrar suas informações. Muitos hackers usam esse método, pois é uma maneira muito simples de hackear.

Basta que enviem um link para a pessoa que desejam roubar, e que ela coloque sua senha e e-mail e eles abram hackeado. Outro fato é que a maioria das pessoas usa uma senha para tudo, portanto, se você descobrir sua senha do Facebook, é muito provável que saiba sua entrada em outras redes.

Além do método de exploração, existem outras maneiras de hackear o Facebook, todas eficazes, mas você precisa se passar por contas para que funcionem.

Métodos mais usados ​​para hackear o Facebook

Antes de começar, você deve saber que todos esses métodos são ilegais pois requerem roubo de identidade (algo que é punível por lei e é punível com vários anos de prisão).

O truque mais fácil é este: apenas o e-mail da vítima é necessário, então o hacker cria uma conta falsa com o e-mail da vítima. O nome de usuário deve estar disponível para que funcione. Após criar o e-mail falso, volte ao Facebook, coloque o e-mail e use a opção esquecer minha senha.

A seguir enviará um código ao correio e aí interceptará esse código, e com o referido código no correio procederá a colocá-lo na caixa que solicitar. Feito isso, você pode alterar a senha e acessar a conta da pessoa.

Outro método usando o navegador Firefox:

1 Em opções, dentro do título Segurança e pressionando o botão de credenciais salvas, todos os nossos e-mails e senhas do firefox aparecerão em asteriscos junto com os sites onde estamos logados, como o Facebook. Em seguida, damos a você show password e voila, você terá todas as suas senhas expostas.

No Google Chrome, devemos fazer o seguinte:

2) Iremos ao menu do navegador e pressionaremos configurações, então devemos ir ao topo do menu e procurar a opção que diz “mostrar configurações avançadas”. você pode ir diretamente de esse link.

Ao clicarmos, várias opções aparecerão, mas teremos que continuar descendo até chegar ao título que diz “Senhas e formulários” lá veremos a guia “Gerenciar senhas” que teremos que selecionar.

Então, veremos todas as senhas na frente de seus respectivos links na página. Agora só temos que selecionar o que queremos, à direita haverá 3 pontos na vertical, vamos clicar e selecionar “Detalhes”, então podemos ver a senha clicando no ícone “Mostrar senha”

A maioria dos que desejam hackear uma conta do Facebook não tem acesso direto aos aparelhos eletrônicos da vítima, portanto, outros métodos um pouco mais difíceis, mas igualmente eficazes, serão mostrados.

Métodos de nível médio-alto

Redefina a senha ou senha do Facebook:

É um dos métodos mais usados. Para isso precisamos do e-mail da vítima e principalmente o que fazemos é redefinir a senha, mas não através da página web, pois enviaria um e-mail de verificação para o e-mail da vítima. Como seria óbvio, você não terá o e-mail deles para interceptar essa mensagem, a menos que já tenha feito um roubo de identidade no e-mail, porém podemos falsificá-lo através do suporte técnico do Facebook. O que você tem que fazer entre em contato com eles e com um pouco de informação da vítima diga que precisamos ter aquela conta do Facebook ativa. Assim que contornarmos o suporte técnico de
Facebook, podemos deletar o e-mail da pessoa e colocar o nosso.

Revealer Keylogger

É um programa que captura tudo o que a pessoa faz no seu servidor em certos graus, poderemos saber desde as ações do seu teclado até as suas conexões PSN de entrada e saída. O que devemos fazer com este programa é instalá-lo no computador do indivíduo e assim o programa enviará a você tudo que essa pessoa digitar ou escrever.

Roubo de identidade ou roubo de cookies

Este método é um pouco mais moderno e temporário. Precisamos ter uma conexão com o WIFI ou Internet da pessoa que será hackeada, então nos tornaremos MITM (homens no meio) e seremos como um intermediário para obter cookies que são um tipo de credencial que permite que você entre no Facebook da vítima, como? Basta pressionar control + shift + I para abrir o painel de desenvolvedor do navegador e fazer uma captura de tela da seção de cookies referida. Então, de outro computador, ele executa uma extensão que permite que você use esses cookies. Mas cuidado, isso é apenas temporário pois ao fecharmos a conta os cookies serão eliminados, então abra para ser muito rápido pois o usuário perceberá o Hacking, quando acessamos temos que alterar e-mails e senhas para que possamos manter a conta para sempre ou até que queiramos.

Outro método, o Backtrack

É um sistema operacional Linux que foi criado para realizar auditorias de segurança e tem um propósito mais ético, mas os hackers o utilizam para filtrar em redes e computadores, seus aplicativos são bons e poderosos, pois você sempre encontrará um com este software porta dos fundos para a web. Seu modo de uso é o seguinte: Uma vez que a web esteja pronta para ser utilizada, deve-se inserir o IP da vítima e assim mostrar a web clonada do Facebook, assim a vítima colocará seus dados acreditando que está logando normalmente quando na verdade, está sendo hackeado. Quando a vítima já tiver inserido todos os seus dados, o Backtrack irá capturar tudo e estará mostrando ao hacker. Essa técnica é muito simples e eficaz, pois a vítima nunca perceberá que sua conta está sendo comprometida.

Como proteger nossa conta do Facebook?

Levando tudo para o outro lado, você não quer hackear o Facebook de outra pessoa, o que você quer é que ela não hackie você. Aqui, explicamos a melhor maneira de evitar que um hacker entre em sua conta.

  • Primeiro, nunca confie em programas que dizem para você baixá-los para hackear o Facebook de forma rápida e fácil. O que você consegue com isso é ser infectado por um vírus, o que o tornará vítima do Hacking no final. Ou seja, uma tentativa de hackear uma conta que acabará por terminar em você sendo hackeado, um pouco feio, certo?
  • Trata de mude suas senhas a cada três meses no Gmail, Outlook ou Facebook para tornar mais difícil contornar a segurança. Nunca entre no Gmail ou Facebook por meio de uma página que o redireciona, pois essas páginas geralmente são exploits. Sempre olhe para o URL correto do navegador.
  • Algo também muito importante é que tem um antivírus de boa qualidade. Muitos dos softwares, como o Keylogger, funcionam com cavalos de Tróia, vírus maliciosos e, no pior dos casos, você terá que formatar o computador.
  • E, finalmente, para que você tenha um pouco de segurança e controle de suas contas, você pode fazer o seguinte. Vá ao Facebook e insira as configurações, em seguida, pesquise por segurança e login, aparecerão várias opções de segurança como. Entre eles geram código, contatos confiáveis, dispositivos reconhecidos, etc. Essas opções são boas, pois evitam hacking por lammers, o gerador de código irá enviar um código para o seu celular sempre que você quiser abrir sua conta, o notificação de login enviar uma mensagem para o seu telefone quando alguém fizer login, o contato de confiança fará com que eu envie um código para um contato se você tiver problemas com o Facebook, o opção de dispositivos reconhecidos fará com que, quando o Facebook perceber que você está conectado em outro dispositivo, bloqueie temporariamente a conta.

Para concluir, o Facebook pode ser hackeado?

Para concluir todo este tópico, hackear uma conta do Facebook se possível. Nada na internet é 100% seguro e todos os espaços da rede são vulneráveis ​​e o Facebook não é exceção, os métodos mais fáceis são os mencionados e explicados acima.

Como mencionado, todos esses métodos são ilegais, portanto, se você usá-los, eles estão sob sua responsabilidade, assumindo os riscos e penalidades no caso de serem detectados como hacker. Você nunca deve negligenciar a segurança de redes sociais e e-mails, tenha em mente que você também é vulnerável a hackers.

Se você não atingir seu objetivo apesar de tentar esses métodos recomendados, é melhor deixar esse trabalho para um hacker profissional, já que não é fácil violar a segurança de páginas com um firewall forte.

O Facebook pode ser hackeado? – Métodos mais usados!