Durante o inverno, o frio, as mudanças de temperatura e umidade influenciam significativamente a propagação de doenças respiratórias, especialmente em crianças pequenas.

A cinesioterapia respiratória é um dos procedimentos clínicos mais frequentes no tratamento dos distúrbios causados pelas patologias broncopulmonares; Juan Eduardo Keymer, cinesiologista e especialista em cinesioterapia respiratória, compartilha informações sobre o assunto.

O que é cinesioterapia respiratória?

Consiste em uma série de manobras destinadas a eliminar secreções na parte por onde flui o ar (via aérea), com o objetivo de aumentar a capacidade pulmonar da criança.

Entre as técnicas respiratórias mais comuns estão:

  • Compressões e vibrações torácicas.
  • Mudança de posição para favorecer a ventilação pulmonar.
  • Drenagem de secreções brônquicas.
  • Aspiração de secreções (desde que seja necessário).

Quais são as doenças mais comuns que precisam de cinesioterapia?

As patologias respiratórias que necessitam de cinesioterapia são bronquite, asma brônquica, fibrose cística, entre outras doenças respiratórias.

Quanto tempo dura a cinesioterapia?

Dependendo da patologia do paciente, a terapia pode ser aplicada normalmente de 3 a 15 vezes, com duração de 20 minutos cada.

Em que período da vida de uma criança essa terapia é mais comum?

Não existe uma idade específica para a criança começar a vivenciar esse tipo de terapia, na verdade, crianças que foram protegidas pelos pais nunca passam por esse processo.

Os pais podem comparecer às consultas com maior frequência quando os menores passam a frequentar a creche ou jardim de infância, devido ao aumento da permanência dos filhos em locais fechados, portanto, o contato com colegas que podem estar doentes é maximizado .

As doenças respiratórias em crianças podem ser tratadas de diferentes formas, pergunte a um especialista qual o tratamento indicado para o seu bebê.

Publicidade