O que é gravidez solteira? –

Como o nome indica, em uma gravidez única, uma criança nasce no útero da mãe durante a gravidez.

Quando você engravidar

Um clínico geral ou obstetra confirmará sua gravidez. Haverá uma entrevista abrangente do histórico médico, uma série de exames de sangue e um ultrassom. O médico irá encaminhá-lo para a maternidade, onde você pode marcar uma consulta para os 20º semana.

Uma gravidez de solteiro pode se transformar em gravidez de gêmeos?

A melhor maneira possível de descobrir se você terá gêmeos em vez de uma gravidez única é fazer o ultrassom aos 10º semana. Os nascimentos múltiplos estão acontecendo agora em uma taxa mais significativa nos Estados Unidos. Isso totaliza 3,5 por cento do total de gestações ocorridas no país.

O que é gravidez solteiraExistem vários sinais que indicam que você não terá uma gravidez única. No entanto, é importante considerar que esses sintomas variam de indivíduo para indivíduo. Esses sinais e sintomas são:

Leia também: O que é um guia completo de gravidez intrauterina precoce

Alto hCG

Este é o hormônio da gravidez. A taxa pode ficar mais alta do que o normal quando você não está tendo uma gravidez única.

Grande ganho de peso

Mulheres que carregam gêmeos podem ganhar muitos quilos no primeiro trimestre em comparação com as mulheres que têm outra gravidez.

Saliência de tamanho maior

As mães grávidas que têm gêmeos têm uma protuberância maior do que as mães que carregam um único filho.

Movimento fetal e resultado do nascimento

Mulheres que carregam gêmeos podem ver o movimento fetal muito mais cedo em comparação com mães que carregam um único bebê.

Teste AFP anormal

Um teste AFP positivo determina o caso de gravidez gemelar em mães grávidas. Este teste também detecta diferentes defeitos de nascença.

Gravidez Singleton e Fertilização In Vitro

A fertilização in vitro ou FIV passou a funcionar em 1978. Desde 1978, um total de 3 a 4 milhões de bebês nascem com a ajuda da fertilização in vitro. Esta é apenas a ponta do iceberg quando falamos de métodos de reprodução.

Muitos cientistas têm tentado investigar seu resultado desde que entrou em funcionamento. Muitos estudos avaliaram o efeito da FIV na saúde da mãe que está sob o regime. Os estudos construíram muitas evidências e informações sobre embriões e recém-nascidos por meio desse método.

Existem vários fatores que determinam o resultado de uma gravidez. Esses fatores incluem fatores maternos, fatores de gravidez, nível de cuidado pré-natal e muito mais. Além disso, o índice de massa corporal, idade materna, dieta, hábitos tóxicos, problemas médicos, condições médicas já existentes, todos têm impacto no resultado da gravidez. O resultado determina fortemente a ordem da gravidez. Isso ocorre porque gestações múltiplas amplificam os riscos de problemas de gravidez, como parto prematuro. Dessa forma, pode haver uma chance de uma gravidez única dar errado.

O que é gravidez solteiraRecentemente, a gravidez única diminuiu suficientemente. Isso ocorre principalmente porque há um atraso na procriação. É por isso que mulheres com maior idade reprodutiva têm maior probabilidade de ter óvulos múltiplos e, portanto, ocorrem menos gravidezes únicas. A hiperestimulação ovariana também desempenha um papel importante na diminuição desse tipo de gravidez. Ele induz a ovulação simultânea de certos óvulos. Além disso, alguns acreditam que a transferência de vários embriões durante a fertilização in vitro ou FIV desempenha um papel importante nisso.

Leia também: Quanto tempo dura o ganho de peso do período? Guia completo

Como a gravidez solteira na fertilização in vitro pode contribuir para um resultado mais seguro?

Podemos dizer que a FIV diminui as chances de uma gravidez normal de solteiro. Uma gravidez única tem maior probabilidade de ser mais segura do que uma gravidez múltipla. É porque o último aumenta o risco de resultados perinatais adversos. Torna-se menos ideal quando há uma transferência de um único embrião. Portanto, podemos dizer que se os especialistas levarem em consideração a transferência de apenas um embrião na FIV, o resultado pode ser seguro. É porque uma gravidez única vem com menos chances de riscos pré-natais adversos no final.

Possíveis complicações com gravidez de solteiro

ART – Assisted Reproductive Technology está se tornando popular em todos os tipos de gravidez, incluindo gravidez única. Esta técnica é responsável por algumas gestações múltiplas. No entanto, inclui gestações múltiplas de alta ordem. Esses processos podem estar levando a gêmeos, enquanto a maioria das outras gestações leva a outros processos.

A gravidez de solteiros nem sempre coloca a mãe e o feto em risco. No entanto, as condições médicas prevalecentes como diabetes gestacional, trombose, complicações hipertensivas e outras condições aumentam a necessidade de parto operatório. Para um parto normal, leva 40 semanas para o bebê se desenvolver para o parto. Por outro lado, o intervalo diminui para 37 semanas e 32 a 34 semanas para gêmeos e trigêmeos, respectivamente. O parto prematuro aumenta o risco de morte do bebê. Também pode causar doenças como doenças cerebrovasculares, infecções, enterocolite necrosante e até retinopatia. Isso pode levar a consequências que vão a longo prazo no tempo correspondente. Como consequência, o preço associado a ele também aumenta.

Leia também: Como você sabe se tem um intestino furado?

Hiperestimulação ovariana – uma coisa importante a considerar

Existem certas aplicações que podem ser aplicadas quando a hiperestimulação ovariana está ocorrendo para aliviar riscos diferentes. Esses riscos envolvem várias gestações. No entanto, existem ferramentas e equipamentos melhores para uso nas condições para essas gestações. Alguns exemplos importantes incluem técnicas de fertilização in vitro.

Existem também aplicativos para diferentes medidas que ocorrem para a hiperestimulação ovariana. Esses objetivos são para minimizar os riscos de ter gravidezes múltiplas. A este respeito, a fertilização in vitro é mais segura de usar. A transferência de um único embrião por vez reduz esse risco e a gravidez de um único embrião ocorre dessa forma. Muitos dados e relatórios estatísticos colocaram dados melhores na linha de frente. Isso sugere que a gravidez única está apresentando riscos de diferentes tipos em sua combinação com a fertilização IN VITRO. No entanto, a gravidez única que ocorre naturalmente apresenta riscos muito menores quando comparada à primeira.

O que é gravidez solteiraPapel da tecnologia no resultado da gravidez

A tecnologia identificou as consequências de ambas as maneiras. A estimulação tem um efeito direto na implantação e na placentação. A estimulação é uma consequência de ambos, pois afeta o acúmulo de massa no endométrio. Isso pode levar a uma influência no embrião em desenvolvimento, que mais tarde se converterá em feto. Isso pode causar algumas complicações no assunto. Por exemplo, pode levar ao parto operacional no momento do nascimento do bebê. A mãe pode estar em risco de alguma condição médica. Conseqüentemente, o processo tem algumas complicações diferentes.

Quais são as possíveis consequências dos avanços?

Os partos iatrogênicos e prematuros são possíveis consequências desses efeitos que podem advir de certos avanços. Além disso, existem certos fatores maternos que podem, obviamente, apresentar um risco maior de todos os tipos de gravidez.

Conclusão

Há pesquisas moderadas sobre gravidez única. No entanto, a informação proveniente da gravidez única pode nos ajudar a ver as complicações que ocorrem em gestações múltiplas. Com mais pesquisas que contrastam e comparam todas as possibilidades, ele pode ajudar as mulheres. Na maioria dos casos, as mulheres têm uma gravidez única e ela parece ser normal. O fator importante aqui é ter em mente os impactos de métodos não naturais de reprodução que podem impedir isso. Portanto, antes de ver o tipo de gravidez, o método pelo qual a gravidez ocorre também desempenha um papel significativo.

O que é gravidez solteira? –