Os piercings podem ser mais comuns do que nunca, mas não os leve de ânimo leve. Saiba mais sobre os riscos, precauções básicas de segurança e etapas de cuidados posteriores.

Orelhas. Lábios. Umbigos. Sobrancelhas. Piercings são populares, especialmente entre adolescentes e adultos jovens.

No entanto, piercings podem causar complicações. Descubra como certas precauções de segurança, a colocação de seu piercing e quão bem você cuida dele podem afetar a cicatrização adequada e o risco de infecção.

O que não pode comer quando fura a orelha

O que não pode comer quando fura a orelha
O que não pode comer quando fura a orelha

Quando fura a orelha, os especialistas aconselham evitar o consumo de álcool, goma de mascar, fumar, alimentos picantes, sexo oral. Os cuidados básicos consistem em escovar bem os dentes e enxaguar a boca com enxaguante bucal desinfetante após cada refeição.

E o que  comer?

Sobre a alimentação, o portal TuaSaúde recomenda a ingestão de leite, iogurte natural sem açúcar, laranja e abacaxi, além de manter o corpo bem hidratado consumindo alimentos como melancia, pepino e sopas em geral.

As proteínas encontradas em carnes com baixo teor de gordura, ovos, peixes, gelatina, leite e derivados auxiliam na geração de tecidos.

O ômega 3 encontrado nas sementes de sardinha, salmão, atum ou chia é importante para prevenir inflamações na área onde foi feito o piercing.

A vitamina C que gera colágeno é outro alimento ideal para consumir. Esta vitamina é encontrada em alimentos como laranja, morango, abacaxi, brócolis ou kiwi.

A vitamina K “age no processo de coagulação do sangue, ajudando a estancar sangramentos e facilitando a cicatrização”, conforme descreve o portal TuaSaúde.

Alimentos contendo ferro servem para “manter células sanguíneas saudáveis, que são importantes para transportar nutrientes para o local da ferida”. O ferro é encontrado no fígado, gema de ovo, grão de bico, ervilha ou lentilha.

A vitamina E protege a pele e a vitamina A previne a inflamação da pele, além de ser um poderoso antioxidante.

Cuide bem do seu piercing

A pele ao redor de um novo piercing pode ficar inchada, vermelha e sensível por alguns dias. Pode sangrar um pouco. 

Se o inchaço, vermelhidão e sangramento durarem mais do que alguns dias, entre em contato com seu médico. O tratamento imediato pode ajudar a prevenir complicações potencialmente graves.

Para prevenir a infecção e facilitar a cicatrização:

  • Limpe os piercings orais com enxaguante bucal. Se você furou sua língua, lábio ou bochecha, lave o piercing com antisséptico bucal sem álcool após cada refeição e antes de dormir. Após o piercing, use uma nova escova de dentes macia para evitar que as bactérias entrem em sua boca. Depois que a área cicatrizar, remova o brinco durante a noite e escove-o para remover a placa. Considere também removê-lo quando você come ou faz atividades extenuantes.
  • Limpe os piercings na pele. Se você furou a pele, limpe a área duas vezes ao dia com água e sabão. Certifique-se de lavar as mãos antes de limpar a área perfurada.
  • Evite nadar. Não entre em piscinas, banheiras de hidromassagem, rios, lagos ou outros corpos d’água enquanto o piercing estiver cicatrizando.
  • Não brinque com as perfurações. Não toque em um novo piercing ou torça o brinco a menos que esteja limpando. Também mantenha a roupa longe do piercing. A fricção ou fricção constante pode irritar a pele e retardar a cicatrização.
  • Mantenha os brincos. A maioria dos piercings cicatriza em seis semanas, mas alguns podem levar vários meses ou mais para cicatrizar. Para manter o piercing, deixe o brinco no lugar durante esse período, mesmo durante a noite, para evitar que o piercing feche.