Oração de nossa senhora do perpétuo socorro

No artigo de hoje vais conhecer a Oração de nossa senhora do perpétuo socorro, no nosso guia completo.

Veja abaixo a Oração de nossa senhora do perpétuo socorro;

Oração de nossa senhora do perpétuo socorro

Oração de nossa senhora do perpétuo socorro
Oração de nossa senhora do perpétuo socorro
Santíssima Virgem Maria, para me inspirar confiança, quiseste chamar-te Mãe do Perpétuo Socorro! Imploro-lhe que me ajude em todos os momentos e em todos os lugares; nas minhas tentações, depois das minhas quedas, nas minhas dificuldades, em todas as misérias da vida e, sobretudo, no transe da morte. 
Concede-me, ó Mãe amorosa, o pensamento e o hábito de sempre voltar-me para Vós; porque tenho a certeza de que, se for fiel em invocar-te, serás fiel em ajudar-me. 
Conceda-me, então, a graça de voltar-me para Ti sem cessar com a confiança de uma criança, para que eu obtenha seu socorro perpétuo e perseverança final. Abençoe-me e ore por mim agora e na hora da minha morte. Assim seja.
Ó Mãe do Perpétuo Socorro! Ore a Jesus por mim e me salve.

ORAÇÃO II

Ó Mãe do Perpétuo Socorro !, em cujos braços o próprio Menino Jesus parece buscar refúgio seguro; Já que aquele mesmo Deus fez o teu Filho como uma terna Mãe, tu o seguras junto ao teu peito e seguras as suas mãos com a tua mão direita, não permitas, Senhora, que esse mesmo Jesus, ofendido pelas nossas faltas, descarregue o braço da sua justiça irritada no mundo; seja nossa poderosa Medianeira e Advogada, e impeça sua ajuda materna dos castigos que merecemos. Em particular, minha Mãe, concede-me a graça que te peço.

ORAÇÃO III

Ó Mãe do Perpétuo Socorro, concede-me a graça de poder invocar sempre o Teu nome mais bonito, porque é o Socorro de quem vive e a Esperança de quem morre. 

Ah Maria doce, Maria dos pequenos e esquecidos, faça do teu nome o sopro da minha vida a partir de agora. Cada vez que te chamo, minha Mãe, apressa-te a ajudar-me, pois, em todas as minhas tentações e em todas as minhas necessidades, proponho-me a não deixar de te invocar dizendo e repetindo: Maria, Maria, Mãe minha.

Oh, que consolo, que doçura, que confiança, que ternura todo o meu ser sente só de repetir o teu nome e pensar em ti, minha mãe. Eu abençôo e agradeço a Deus que lhe deu esse nome tão doce, tão gentil e lindo para o nosso bem. Mas não me satisfaço pronunciar o teu bendito nome, quero pronunciá-lo com amor, quero que o amor me lembre que devo ir sempre a ti, Mãe do Perpétuo Socorro.