A melancia monodieta é uma opção perfeita para emagrecer em pouco tempo. Mas por que a dieta da melancia é tão eficaz? A resposta é simples: basicamente essa fruta é composta por água, com composição entre 90 e 95%, e também é rica em fibras. Mas o que mais ajuda a perder peso é que é uma fruta de baixo teor calórico, ou seja, a proporção de calorias na melancia é de 32 kcal por 100 gramas. A melancia tem alto poder saciante, é digestiva, tem propriedades limpadoras e auxilia no trânsito intestinal, sendo ideal para uma alimentação saudável. A seguir, destacamos todos os benefícios desta fruta de verão:

Publicidade

Hidrata

Como já apontamos, entre 90 e 95% de sua composição é água, o que a torna uma fruta muito refrescante e hidratante. Embora possa ser consumido a qualquer hora, mesmo como um lanche saudável. Além disso, jantar melancia à noite torna-se uma opção perfeita nas noites de verão: vai te encher, refrescar e te ajudar a perder peso.

Melhora o sistema imunológico

Seu alto teor de vitamina C a torna uma fruta perfeita para fortalecer e melhorar o sistema imunológico e as defesas. A melancia também previne o dano celular, pois permite que as células mantenham o equilíbrio redox e as protege contra espécies reativas de oxigênio que podem danificar as células e o DNA.

Fortalece os ossos

O conteúdo de licopeno, um nutriente essencial para a saúde óssea, torna a melancia capaz de fortalecer os ossos e reduzir o estresse oxidativo que pode acelerar o aparecimento da osteoporose. O licopeno dietético está presente em frutas e vegetais, como melancia ou tomate.

Publicidade

Saúde cardiovascular

Comer melancia com frequência e em grandes quantidades pode ajudar a melhorar a função cardiovascular, pois aumenta o fluxo sanguíneo pela dilatação dos vasos. Por outro lado, seu consumo é recomendado em pessoas com hipertensão arterial leve, pois pode ajudar a reduzi-la.

Poder de cura

O alto teor de vitamina C ajuda a acelerar a cicatrização de feridas, formando novo tecido conjuntivo por meio da formação de colágeno, principal elemento para a cicatrização de feridas.

Saúde ocular

A melancia é uma grande fonte de beta-caroteno, daí a cor avermelhada de sua polpa, que é convertida em vitamina A. Esse nutriente produz os pigmentos da retina dos olhos e protege da degeneração ocular causada pelo passar dos anos. Além disso, é eficaz na prevenção da cegueira noturna.

Efeito diurético

A melancia é um diurético natural. Como você pode ver, sua composição é basicamente água, por isso ajuda a aumentar o fluxo de urina enquanto protege os rins. Dessa forma, além de ajudar a eliminar a amônia do fígado, permitirá acabar com a retenção de líquidos.

Publicidade

Ajuda a perder peso

Se a melancia se caracteriza por algo, é porque é um alimento perfeito para perder gordura corporal. Seu conteúdo de citrulina ajuda a reduzir o acúmulo de gordura nas células e tem efeitos positivos na prevenção do acúmulo excessivo de gordura corporal. Por outro lado, sua baixa ingestão calórica a torna uma fruta perfeita para emagrecer.

Publicidade

Propriedades antiinflamatórias e antioxidantes

A melancia possui propriedades antiinflamatórias, que permitem a redução da inflamação, e antioxidantes, ou seja, neutralizam os radicais livres e previnem o envelhecimento precoce. As melancias maduras contêm mais desses compostos fenólicos benéficos.

Luta contra os radicais livres

Como mencionamos, a melancia é uma fonte de vitamina C e outros antioxidantes. Portanto, é perfeito para ajudar a combater a formação de radicais livres que estão associados ao envelhecimento e ao desenvolvimento do câncer.[1].

Quer saber como fazer água de melancia? Continue lendo!

A dieta da melancia dura apenas 5 dias e consiste em reduzir a ingestão calórica para 1.200 kcal por dia, fazendo 5 refeições, das quais duas serão baseadas exclusivamente no consumo de melancia. Geralmente, as duas refeições escolhidas para levar exclusivamente melancia são o meio da manhã e o lanche da tarde, embora a melancia também esteja presente nos cafés da manhã. Além disso, ressaltamos que a quantidade de melancia indicada no cardápio pode ser aumentada. O importante é não fazer mais do que duas refeições exclusivamente à base de melancia e combiná-las com pratos variados, equilibrados e saudáveis.

Por outro lado, todos os alimentos que compõem o cardápio devem ser sempre cozidos sem gordura, ou seja, no vapor, grelhados, assados, em papillote, fervidos, entre outras formas. Deve-se reduzir a quantidade de sal, sob pena de apostar nos temperos. Finalmente, a dieta inclui bebidas como café, chá ou chás de ervas. Quanto aos refrigerantes, se forem consumidos, devem ter baixo teor calórico. Essas bebidas permitidas devem ser combinadas com os dois litros de água recomendados por dia.

Publicidade

Exemplo de menu semanal

Como vimos, a base dessa dieta é a melancia, todos os dias deve ser ingerida no meio da manhã e à tarde. A seguir, mostramos a você um Exemplo de cardápio semanal que pode te ajudar no planejamento de sua dieta:

Dia 1

  • Café da manhã: café preto, chá ou infusão + 2 biscoitos integrais + 1 iogurte desnatado sem açúcar + 1 fatia de melancia.
  • Meio da manhã: uma ou duas fatias de melancia.
  • Almoço: legumes cozidos + peito de frango assado (ou duas coxinhas de frango) + iogurte desnatado sem açúcar.
  • Lanche: uma fatia de melancia (ou mais).
  • Jantar: Alcachofras salteadas com alho + pescada grelhada ou filé de linguado + iogurte desnatado sem açúcar.

Dia 2

  • Café da manhã: café preto, chá ou infusão + torrada de trigo integral com queijo magro (0%) + 1 fatia de melancia.
  • Meio da manhã: uma ou duas fatias de melancia.
  • Almoço: legumes cozidos + filé de boi grelhado + iogurte desnatado sem açúcar.
  • Lanche: uma fatia de melancia (ou mais).
  • Jantar: sopa de legumes + duas rodelas de peixe assado com limão + iogurte desnatado sem açúcar.

Dia 3

  • Café da manhã: café preto, chá ou infusão + torrada de trigo integral com duas fatias de peru cozido ou presunto York + + 1 fatia de melancia.
  • Meio da manhã: uma ou duas fatias de melancia.
  • Comida: cogumelos grelhados com alho e salsa + lulas ou peixes grelhados + iogurte desnatado sem açúcar.
  • Lanche: uma fatia de melancia (ou mais).
  • Jantar: purê de vegetais + omelete de espinafre ou espargos + iogurte desnatado sem açúcar.

4º dia

Publicidade
  • Café da manhã: café preto, chá ou infusão + torrada de trigo integral com queijo magro (0%) + 1 fatia de melancia.
  • Meio da manhã: uma ou duas fatias de melancia.
  • Almoço: uma xícara de arroz integral cozido + filé de boi grelhado + iogurte desnatado.
  • Lanche: uma fatia de melancia (ou mais).
  • Jantar: salada com alface e couves variadas, tomate e pepino + filé de peito de peru grelhado + iogurte desnatado sem açúcar.

Dia 5

  • Café da manhã: café preto, chá ou infusão + torrada de trigo integral com duas fatias de peru cozido ou presunto York + 1 fatia de melancia.
  • Meio da manhã: uma ou duas fatias de melancia.
  • Alimentos: abobrinha ou purê de cenoura + peito de frango grelhado + iogurte desnatado sem açúcar.
  • Lanche: uma fatia de melancia (ou mais).
  • Jantar: alho-poró com queijo ralado com baixo teor de gordura (0%) + rodela de pescada grelhada + iogurte desnatado sem açúcar.

Quer saber se uma melancia é boa? Neste artigo oneHOWTO, fornecemos todas as chaves para identificar se a melancia está em boas condições.

E então a melancia é boa para perder peso? Ressaltamos que o objetivo dessa dieta é emagrecer, porém, qualquer dieta deve ser feita sempre com a cabeça e sob supervisão médica ou nutricionista especializado. Como mencionamos, com esta dieta você pode perder peso rapidamente, mas não se destina a ser realizado além de cinco dias, já que é uma dieta radical com a qual você reduzirá sua ingestão calórica diária. Por outro lado, embora a melancia tenha vários benefícios à saúde, consumi-la diariamente em grandes quantidades pode ser contraproducente, pois você estaria adicionando licopeno ou potássio em excesso ao corpo. Isso pode levar a problemas leves como náusea, diarreia, inchaço e indigestão. Embora os efeitos colaterais do consumo excessivo de melancia não sejam graves, você deve estar ciente deles.

Seu alto teor de potássio torna a melancia não altamente recomendada para pessoas com insuficiência renal crônica. Nestes casos, o ideal é seguir uma dieta pobre em potássio. A melancia é rica em frutose, por isso também deve ser consumida com moderação por quem tem a síndrome do cólon irritável. Por último, evite melancia se você for alérgico a ela.

Publicidade