Qual o tempo de decomposição da cerâmica

No artigo de hoje vais ficar a saber Qual o tempo de decomposição da cerâmica, no nosso guia completo.

Muitas vezes, muitas pessoas se perguntam se as cerâmicas são biodegradáveis, uma vez que são feitas de materiais terrenos. A resposta é sim, as cerâmicas são biodegradáveis.

Como a pedra, a argila é uma rocha ígnea decomposta quimicamente. Ao queimar a cerâmica, voltamos a argila a um estado semelhante ao original. Com o tempo, ela se deteriorará e se decomporá da mesma forma que a pedra, mas isso geralmente leva um longo período de tempo.

Isso porque, para que a cerâmica vidrada se biodegrade como qualquer outro material terrestre, ela deve entrar em contato constante com elementos de decomposição que facilitam a degradação como qualquer outra rocha.

Qual o tempo de decomposição da cerâmica

Qual o tempo de decomposição da cerâmica
Qual o tempo de decomposição da cerâmica

Geralmente leva muito tempo para que isso aconteça, pode até mesmo levar até 1.000.000 (um milhão) de anos para uma peça de cerâmica vitrificada biodegradar. Isso deixou muitas pessoas se perguntando por que leva tanto tempo para ser degradado.

Qual o tempo de decomposição da cerâmica: 1.000.000 (um milhão) de anos

Mas para que possamos entender corretamente por que leva muito tempo para a cerâmica se biodegradar, primeiro temos que entender o que é a cerâmica esmaltada e como ela é feita.

No mundo de hoje, a olaria é popularmente conhecida como cerâmica. A cerâmica vidrada é uma peça de cerâmica que foi submetida a vitrificação. A vidraça é o processo de revestir os itens de cerâmica com um material vítreo que torna as camadas ou a superfície da cerâmica impermeáveis. 

Os itens de cerâmica envidraçados permitem-lhes reter o líquido, adicionar cor e decorar a superfície exterior. As olarias são feitas de barro e têm sido utilizadas para uma vasta gama de produtos estéticos como recipientes para bebidas, jarras, vasos e até joalharia.

A fabricação de cerâmica é uma atividade muito prática e esses itens podem assumir uma variedade de formas ou formatos durante e após a moldagem. Muitos dos produtos que vemos com frequência, como ladrilhos, terracota e tijolos, geralmente são esmaltados.

Durante a queima, a sílica e outros elementos derretem e mudam, o derretimento torna-se viscoso e as partículas de água se transformam em cristais durante o resfriamento no forno. 

Isso também é atribuído ao fato de que o resfriamento do fundido é um processo muito lento. Depois que a cerâmica é resfriada, a argila fica seca e semelhante a uma pedra.