Quanto tempo pra passar a anestesia de um gato

No artigo de hoje vais ficar a saber Quanto tempo pra passar a anestesia de um gato, no nosso guia completo.

O gato pode ser anestesiado para receber um determinado tratamento que envolva intervenção cirúrgica ou curas mais ou menos dolorosas. É o veterinário quem determina a necessidade de anestesia, o tipo de medicamento a ser administrado e a dose adequada em cada caso.

A anestesia, principalmente a geral, é muito segura, ao contrário do que muitos cuidadores pensam, uma vez que com o conhecimento atual dos medicamentos e os avanços na monitoração, o percentual de óbitos por anestesia é inferior a 0,5%.

Quanto tempo pra passar a anestesia de um gato

Quanto tempo pra passar a anestesia de um gato
Quanto tempo pra passar a anestesia de um gato

Mas ao certo, quanto tempo pra passar a anestesia de um gato? Não é possível estabelecer o tempo exato em que o gato leva para acordar e eliminar completamente os efeitos da anestesia, pois sempre dependerá da dose e das características do sedativo administrado.

Deve-se levar em consideração também que cada animal metaboliza a anestesia de uma determinada maneira e leva mais ou menos tempo para eliminá-la de acordo com suas próprias características físicas.

Como regra geral, depois de uma intervenção, um gato não deve acordar mais de 60 – 90 minutos. Na maioria dos casos, se falamos de intervenções leves com sedação superficial, esse tempo é reduzido para cerca de 15-20 minutos, embora deva ser enfatizado que cada caso é diferente.

Quanto tempo leva para um gato se recuperar da anestesia?

Deve ficar claro que uma coisa é acordar da anestesia e outra é se recuperar totalmente dela.

Quer o gato se recupere na clínica veterinária ou se você o levar para casa ainda dormindo, é importante monitorar suas constantes enquanto seu corpo se livra gradativamente das substâncias sedativas.

É necessário controlar especialmente a respiração e os batimentos cardíacos enquanto o gatinho está acordando.

É normal que ele fique tonto no início e tente se levantar sem sucesso. Esse período de letargia pode durar várias horas ou até um dia inteiro, dependendo das doses de anestesia recebidas. O importante é que, progressivamente, os sintomas de sedação desapareçam e o gato volte ao seu estado normal.