Quantos anos de diferença pode namorar

No artigo de hoje vamos falar sobre Quantos anos de diferença pode namorar, no nosso guia completo.

O fato de a declaração “o amor não entende a idade” ter um toque muito tentador de romantismo não significa que possa ser parcialmente verdadeira e parcialmente enganosa. 

Embora nem o amor nem a paixão dependam da idade da pessoa, podem influenciar o relacionamento de alguma forma.

Existem muitos elementos que constituem e influenciam um relacionamento, e casais com uma grande diferença de idade podem enfrentar uma série de riscos diferentes do que outros tipos de casais.

Quantos anos de diferença pode namorar

Quantos anos de diferença pode namorar
Quantos anos de diferença pode namorar

Se você quer saber com quantos anos de diferença pode namorar? Saiba que não existe diferença de idade que te impressa de namorar alguém, a não ser que seja um menor de idade com alguém maior.

Publicidade

Os especialistas recomendam menos de 10 anos de diferença para adultos e 5 para jovens.

Riscos em um casal com diferença de idade

Como mencionamos anteriormente, a idade por si só não precisa ser uma barreira para manter um relacionamento. 

No entanto, como em casais com culturas muito diferentes, uma idade muito diferente entre os dois membros do casal pode levar a uma série de fatores de risco externos que indicam a possibilidade de passar por algum conflito no relacionamento.

1. Oposição da família

É muito comum em casais com grande diferença de idade que as famílias e até mesmo o círculo de amigos mais próximos não considerem favoravelmente seu vínculo com um casal muito mais jovem ou muito mais velho.

Nestes casos, o objetivo de cada um dos membros do casal será conversar com os seus familiares, explicar a situação e fazer com que mudem a forma de ver a relação, de forma a normalizar a situação. 

Publicidade

Caso contrário, isso pode se tornar uma verdadeira fonte de angústia para cada um deles, pois não poderão viver um tempo em comum com ambos e poderão se ver na situação de ter que escolher entre o companheiro ou a família.

2. Contexto social diferenciado

Embora isso possa ocorrer em qualquer tipo de casal, é comum que, havendo grande diferença de idade, o contexto social de cada um seja muito diferente e às vezes quase incompatível.

Os círculos de amigos e o tipo de ambiente frequentado podem variar muito entre 20 e 40 anos, portanto, se não houver uma distribuição equitativa do tempo que passam com os amigos ou hobbies um do outro, são compartilhados em um.

De forma equilibrada, isso pode levar a um conflito de longo prazo dentro do casal, uma vez que um deles pode pensar que estão sacrificando seus hobbies ou amigos.

Caso isso aconteça, mostrar interesse sincero pelos gostos e hobbies do outro, mesmo que relativamente diferentes dos nossos, será uma atitude imprescindível para compensar essas diferenças .

Um vivo interesse pelas questões do outro, mesmo quando, pela própria idade, essas questões “estão muito distantes” na experiência de vida atual, será essencial, mas sem cair no engano de acreditar que podem ser vividas. como suas próprias questões que só elas podem ser vividas com emoção quando a idade e as circunstâncias a acompanham.

3. Diferenças no desempenho ou dinâmica sexual

Embora existam atualmente centenas de medidas para manter uma vida sexual satisfatória, é verdade que a sexualidade evolui e muda com a idade.

No entanto, um relacionamento adequado e um interesse em satisfazer sexualmente o parceiro serão de grande ajuda para evitar possíveis complicações. Da mesma forma, com a ajuda da terapia sexual, esses casais podem desfrutar de uma vida sexual absolutamente satisfatória.

Como especificamos anteriormente, esses fatores de risco são externos ao casal; portanto, se o casal tiver um relacionamento forte e saudável e os demais elementos do relacionamento estiverem relativamente intactos, nenhum dos fatores acima deve ser um problema real.

4. Diferentes objetivos de curto prazo

A idade geralmente está associada a diferentes objetivos de vida e, às vezes, estes não se encaixam. 

Por exemplo, é possível que a pessoa mais velha tenha maior interesse em ter filhos ou em estabelecer o relacionamento, enquanto a pessoa mais jovem tende a viver as relações de forma mais liberal, sem tantos vínculos. Gerenciar esse tipo de assimetria é fundamental .

É o mesmo nos homens e nas mulheres?

Embora casais com grande diferença de idade sejam geralmente submetidos ao julgamento da sociedade ou do contexto que os cerca, esses julgamentos morais ou de valor não serão os mesmos se a mulher for muito mais velha do que se o homem for .

As diferenças de preconceito entre homens e mulheres ainda aparecem na maioria das áreas da vida diária, e os relacionamentos não seriam menores. 

Via de regra, sindicatos em que a mulher é consideravelmente mais velha que o homem tendem a gerar rejeição da sociedade. Já se um homem maduro formar um casal com uma mulher muito mais jovem, isso é socialmente mais aceitável e até mesmo motivo de admiração por ele.

Esse fato também pode ser um fator de risco na manutenção de um relacionamento, uma vez que as pressões que a sociedade exerce sobre a mulher pode fazê-la pensar melhor, romper ou privar-se de manter uma relação afetiva e sexual com uma mulher. Casal muito mais jovem que ela .