Rinite alérgica em crianças, como evitá-la?

Rinite alérgica em crianças, como evitá-la?
.

Neste artigo você encontrará:

Publicidade

Atualmente, estima-se que 20% da população nacional sofra de rinite alérgica e que 10% sejam menores, mas o que fazer com a rinite alérgica infantil? No Facemamá te dizemos:

Para que serve o nariz?

O complexo órgão que é o nariz cumpre várias funções: permite a passagem do ar, filtra as partículas até 30 mícrons, tempera e umedece o ar que vai chegar aos pulmões, permite o olfato e a quimioterapia causados ​​por substâncias tóxicas, modifica a voz por efeito de ressonância e também é fonte de reflexos que afetam todo o corpo.

O que acontece quando o nariz fica doente?

Pode gerar sintomas fora de seu território. Existem alterações nos olhos (lacrimejamento), boca e dentes (mau hálito, dor), garganta (secura, dor), cavidades perinasais (congestão, dor), ouvidos (autofonia, sensação de ouvido tapado), laringe (disfonia) e brônquios (tosse). Mas o sintoma mais comum é obstrucao nasal.

Rinite

A rinite é uma inflamação de todo o tecido que reveste a mucosa nasal. Estima-se que 20% da população nacional sofre com isso. Destes, 50% são alérgicos. Cerca de 10% da população infantil e 20% dos adolescentes têm alguma forma de rinite alérgica. Também pode acompanhar a asma, sendo o percentual de 75%.

No caso de alergia sazonal É observada em uma faixa que vai de 5 a 9% da população infantil, sendo rara em menores de 5 anos. Por outro lado, a rinite perene é rara, cerca de 3% das crianças sofrem. Embora sua frequência aumente quando está associada à asma.

Rinite alérgica em crianças

É a inflamação da mucosa nasal que apresenta os seguintes sintomas:

  • Obstrucao nasal
  • Coriza ou coriza
  • Espirros
  • Congestão conjuntival, olhos vermelhos ou lacrimejantes
  • Comichão ou coceira no nariz, orelhas e garganta.

Embora rinite alérgica em crianças não é classificado como uma doença, contribui para o desenvolvimento de várias doenças respiratórias, como asma, sinusite crônica, otite média com efusão e pólipos nasais.

Alergia sazonal e anual

Se a alergia afetar durante a primavera, quando as árvores começam a florescer, é febre do feno ou rinite alérgica sazonal.

Publicidade

Mas se permanecer ao longo do ano, trata-se de rinite alérgica perene. Em nenhum caso você deve sofrer em silêncio, pois existem medicamentos que não têm efeitos colaterais e podem manter a rinite sob controle.

Dependendo dos resultados da avaliação dos sintomas e do exame físico, o médico irá propor um plano de tratamento, que pode incluir medicamentos, formas de evitar os alérgenos mais comuns e alguns exames.

Como evitar este problema?

A exposição constante a substâncias alergênicas significa que os sintomas reaparecem. Portanto, é fundamental controlá-lo e evitar os alérgenos. Quanto mais longe do nariz, melhor eles se sentirão.

O que fazer com o pólen?

Em qualquer lugar que haja árvores, grama ou ervas daninhas brotando, haverá pólen no ar. No entanto, é possível evitar horários em que haja níveis mais elevados do ar, como pela manhã, quando faz calor ou há tempo seco. Você pode tirar férias onde não há tanto pólen e em períodos de pouca alergia. Também tome banho e lave o cabelo à noite, feche as janelas do quarto para evitar a entrada de pólen e as janelas do carro.

O que fazer com a umidade?

Você tem que observar os lugares onde a água se acumula. Por exemplo: áreas úmidas do jardim, folhas podres, montes de composto. O chuveiro também deve ser limpo com água sanitária e verifique se há fungos na cortina do banheiro. Torneiras com vazamentos e vazamentos precisam ser reparados, e não ter plantas dentro de casa.

O que fazer com o pó?

É impossível eliminá-lo completamente, mas pode ser controlado. Envolva seu colchão e travesseiros com plástico ou vinil completamente fechado, para que os ácaros não penetrem. Limpe regularmente o seu quarto e remova os bichos de pelúcia e todas as guloseimasbem como livros que coletam poeira da sala. Tente não ter móveis rachados ou entalhados. Limite tapetes. Limpe com um pano úmido para evitar o levantamento de poeira e aspire diariamente. Tome medicamentos antes de agitar ou aspirar e use uma máscara ao limpar.

O que fazer com os animais?

Se você tem um animal de estimação e não pode deixá-lo, pelo menos mantenha-o limpo (um banho semanal). Enxaguar com água destilada produz um efeito ainda maior. Mantenha o animal do lado de fora e nunca o deixe entrar em seu quarto. Lave as mãos depois de tocá-lo e não deixe que o lambam.

É importante controlar os alérgenos no local onde você passa mais tempo: sua casa. Não se esqueça do seu carro, do seu escritório e experimente evite cigarros e perfumes irritantes para o nariz.

Conteúdo desenvolvido pelo pediatra Pedro Barreda.