Neste artigo, vamos ensinar você a se conectar com Jesus por meio Rosário Eucarístico. Nunca é demais compartilhar um momento de conexão espiritual e intimidade com nosso Senhor Jesus.

Publicidade

O Rosário Eucarístico, hora de adorar Jesus

A Última Ceia, ou também conhecida como Santa Ceia, é além de um momento mais importante da história, também tem sido uma parte importante da arte porque é um assunto muito artístico quando falamos de representação. Esta foi a última vez que Jesus de Nazaré se encontrou com seus doze discípulos fiéis para compartilhar o pão e o vinho antes de sua morte.

No cristianismo, este é considerado um dos momentos mais importantes dentro da instituição do sacramento da Eucaristia. A partir daqui, entendemos que a Eucaristia é um sacramento onde o corpo e o sangue de Jesus são dados sob as espécies de pão e vinho.

A Eucaristia, também chamada de Santo Sacrifício, Partida do Pão, Ceia do Senhor ou Comunhão, é considerada uma das tradições mais importantes. Os elementos da Eucaristia são o pão e o vinho sacramentais, que são consagrados sobre um altar para depois serem consumidos, desta forma os comungantes celebram a Eucaristia.

Publicidade

Segundo a pregação ou ensino do catecismo da Igreja Católica, a Eucaristia representa aquele sinal de vínculo de recebermos Cristo para encher a alma de graça e nos dar a vida plena e eterna.

O Rosário Eucarístico fala então da conversão que houve de Cristo no Sacramento e ajuda, pretendendo plenamente que Jesus seja reparado por sacrilégio, abandono ou injúria. Bem, Jesus, ele queria compartilhar a Páscoa com seus discípulos.

Na Eucaristia, então, sentiremos que Jesus está vivo e presente em todo este processo, esperando que continuemos a dar um pouco do nosso tempo para louvá-lo e adorá-lo.

Mistérios do Rosário Eucarístico

Este Rosário Eucarístico também nos faz contemplar os mistérios da vida de Jesus, onde ele nos dá o seu corpo e sangue feito pão e vinho. Portanto, aqui mostramos os três primeiros mistérios e suas descrições para mostrar em que eles se baseiam.

Publicidade

rosário eucarístico

Publicidade

Primeiro mistério: multiplicação dos pães

Depois de ter louvado a Cristo no Santíssimo Sacramento do Altar, eles nos contam a vida de Jesus quando estava com seus doze apóstolos fiéis, depois que se retirou em um barco para descansar.

Jesus sentiu compaixão pelo grupo que o seguia e começou a ensinar algumas coisas aos seus doze apóstolos, já quando eles continuaram perceberam que a hora estava muito avançada no que os discípulos falaram a Jesus sobre como iriam se alimentar, tendo apenas cinco pães e dois peixes, a multidão que os seguia.

Então, Jesus, prostrou o povo ao seu redor pegando os pães e os peixes, pronunciando a bênção, partiu os pães e distribuiu entre seus seguidores para servi-los até encher as cestas, dando aproximadamente um alimento para mais de cinco mil pessoas.

Segundo mistério: Jesus diz que Ele é o pão da vida

Depois do que aconteceu, os seguidores de Jesus perguntaram como iriam trabalhar Deus, porque não tinham o conhecimento de como poderiam lidar com isso. Então Jesus respondeu esclarecendo que eles tinham que confiar e acreditar fielmente que ele era o enviado.

Jesus tinha declarado que “Ele” é o pão da vida, porque quem nele confia nunca passaria fome ou sede, pois a sua tarefa era que as pessoas acreditassem nele sem necessidade de mais para alcançar a felicidade. Por isso se rendem e se unem orando junto com Nosso Senhor.

Publicidade

Terceiro mistério: Jesus promete vida eterna

Aqui, Jesus declara que todo aquele que comer seu corpo e beber seu sangue terá a vida eterna. Bem, ele disse que todo aquele que decidisse crer “Nele” teria a vida eterna e quem comer seu pão e beber seu sangue o ressuscitará em seu último dia.

Como rezar o Rosário Eucarístico?

Antes de começar a fazer uma boa oração e conexão espiritual com o Santo Rosário Eucarístico, você deve fazer o sinal da Santa Cruz com a mão direita. Para então fazer o Ato de Contrição, que fala em pedir ao Senhor Jesus e ao Deus criador, sendo figuras de infinita bondade, que nos retire a redenção por tê-los ofendido, pedindo-lhe também que nos perdoe para não nos punir com o penalidades do inferno.

Na segunda instância, passamos a realizar a oração do Credo Apostólico, onde afirmamos a fé em Deus, Pai Todo-Poderoso, que foi o criador do céu e da terra. Afirmamos a fé em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, que foi concebido pela obra do Espírito Santo, nascido da Virgem Maria, reafirmando assim a impotência de Pôncio Pilatos, que o crucificou; Ele estava morto e também enterrado para ser ressuscitado.

Afirmamos então a crença no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, também na comunhão dos santos, no perdão dos pecados e na ressurreição do corpo para a vida eterna. Então, depois de ter realizado o credo apostólico, passa-se a realizar um Pai-Nosso, três Ave-Marias, uma Glória, e eles falam dos Mistérios.

Depois de ter falado sobre os cinco mistérios, começa uma oração final em que se pede à Mãe que cure o corpo e a alma, que desnude todo o orgulho e todo o pecado que pesa sobre a alma, e confiamos que o nosso coração repousará nas suas mãos.

Publicidade

Em seguida, realizam-se os Louvores ao Santíssimo Sacramento, a Ladainha da Reparação, depois fazemos uma última oração, onde falamos de Jesus a quem pedimos que permaneça entre nós no seu sacramento até o fim do mundo, para sua proteção. Se gostou do artigo, convido-o a ler: “Oração aos 7 arcanjos”. Onde você obtém dados mais interessantes como este.