Tipos de avaliação (Financeira, Econômica e Social)

Qualquer avaliação representa um método sistemático utilizado para analisar diferentes programas, projetos ou atividades, a fim de oferecer informações úteis e suporte para a tomada de decisão. O diferente tipos de avaliação Eles podem avaliar qualquer projeto ou evento que apoie a escolha de várias alternativas com impacto no uso de recursos econômicos.

Publicidade

Na esfera econômica, de acordo com sua relevância e natureza do projeto, distinguem-se três tipos básicos de avaliação; avaliação econômica, avaliação financeira e avaliação social.

Neste artigo você encontrará:

Avaliação financeira

Tipos de avaliação (Financeira, Econômica e Social)

Realizado principalmente em planos privados, estuda o projeto sob a ótica da rentabilidade, com base no objetivo de gerar benefícios econômicos, pois considera o fluxo de recursos gerado pelo referido projeto.

Esta avaliação é útil para:

  • Determinar a capacidade financeira de um projeto específico e a rentabilidade do capital investido.
  • Determine até que ponto os custos podem ser cobertos, de modo que contribua para o desenho de um plano de financiamento.
  • Meça a utilidade ou lucratividade do investimento.
  • Gerar informações necessárias para a tomada de decisões oportunas e que sirvam de base para a comparação do projeto com outras oportunidades de investimento.

A avaliação financeira é realizada por meio do estudo dos fluxos de receitas e despesas com preços correntes de mercado, com foco na análise do cumprimento de seu objetivo de gerar benefícios de retorno para quem o financia.

Os subtipos a seguir podem ser diferenciados de acordo com o que buscam.

Publicidade

Estudo de minimização de custos

É realizado com o intuito de encontrar uma forma de reduzir os custos gerados pelo projeto.

Estudo de custo-efetividade

É realizada com o objetivo de medir a eficácia alcançada no cumprimento das metas pelo investimento, “alcance dos efeitos esperados”

Estudo de custo-utilidade

Ele mede a utilidade alcançada pelo projeto em relação ao seu custo, “obtenção de efeitos inesperados”.

Estudo de custo-benefício

Ele mede o lucro obtido em unidades monetárias.

Avaliação econômica

É aquela que dispensa o campo financeiro, pressupõe que tanto as compras quanto as vendas sejam feitas à vista e com capital próprio.

A avaliação económica constitui o guia do governo na tomada de decisões sobre todos os projectos propostos no país, não se limitando aos projectos de investimento público, pelo contrário, está envolvida em qualquer projecto em que o Governo intervenha na concessão de licenças, autorizações, fixação e controle de taxas, tarifas, preços e subsídios.

Isto é tipo de avaliação Tem por objetivo medir a contribuição de um determinado projeto para o bem-estar coletivo nacional, assumindo a sua eficácia. Em termos simples, a avaliação econômica mede o benefício que o projeto contribui para a economia nacional como um todo.

Avaliação social

É a avaliação onde se comparam os benefícios e custos de um determinado projeto em relação à comunidade, visto que um projeto que nem sempre é rentável para os investidores é igualmente rentável para a comunidade onde se desenvolve e vice-versa.

A avaliação social utiliza critérios semelhantes à avaliação financeira, a fim de estudar a viabilidade do projeto, porém, diferem na avaliação das variáveis que determinam os custos e benefícios a ele associados.

Funciona com base em preços sociais, para medir o efeito que a implantação de um determinado projeto teria na comunidade.

Devem ser considerados efeitos indiretos e externalidades que geram bem-estar ou desconforto à comunidade, dentre esses efeitos a correr, por exemplo; poluição ambiental, redistribuição de renda, criação de empregos, etc.

Importância dos diferentes tipos de avaliação

As avaliações de projetos têm o mesmo propósito, “apoiar a tomada de decisões estratégicas e táticas”. Para isso, é necessária uma análise detalhada e sistemática de todos os custos e benefícios das diferentes alternativas de projetos, incluindo também seus fatores de risco.

Publicidade

A seleção da metodologia apropriada e do tipo de avaliação permite que os riscos sejam minimizados e facilita a tomada de decisão adequada e oportuna.

Como selecionar um tipo de avaliação de projeto?

Em primeiro lugar, deve ficar claro que o Processo de avaliação envolve o uso de análises qualitativas e quantitativas para identificar e abordar os diferentes aspectos do design e encontrar os elementos críticos nele e o escopo do projeto.

A avaliação a realizar em muitos casos dependerá especificamente dos interesses daqueles que a merecem, podendo ser do interesse de investidores, do governo ou da comunidade nacional.

As análises quantitativas ajudam a economia do projeto e são usadas para apoiar decisões baseadas em julgamentos mensuráveis.

Por outro lado, as análises qualitativas apóiam as decisões baseadas na combinação de julgamento, conhecimento e experiência.

Tipos de avaliação de acordo com o momento em que é realizada

· Avaliação prévia ou prévia

É aquele tipo de avaliação que é realizada antes da implementação de um projeto ou durante a sua concepção, de forma que a informação fornecida sirva para fixar o que se deseja e facilitar a sua aplicação.

A avaliação a priori permite definir os objetivos adaptando-os às reais necessidades, garantindo a relevância e coerência do projeto.

· Evolução contínua

Abrange o período de implementação, esta forma de avaliação é comumente conhecida como acompanhamento ou monitoramento.

A avaliação contínua é dada na forma de estudos detalhados e inclui a análise contínua dos pontos que surgem durante a implantação.

Avaliação intermediária

Consiste em uma avaliação pontual e formal durante a execução. Difere do monitoramento contínuo por ser uma prática comumente realizada em execução plena, quando os problemas iniciais são superados.

Pode ser realizada dois ou três anos após o início do projeto, é considerada a primeira visão ampla do projeto desde o seu início, e os resultados podem ser usados para introduzir melhorias.

Avaliação final e subsequente

A avaliação que resume e mede o projeto ao final do mesmo, é útil para justificar o uso de recursos, eficácia e utilidade.

Tente deduzir os elementos de sucesso ou fracasso, a sustentabilidade dos resultados obtidos e o impacto alcançado.

Por fim, é necessário referir que uma avaliação de projetos, independentemente do tipo de projeto, procura sempre gerar informação útil para a tomada de decisão, de quem solicitou a avaliação, pelo que esta atividade é considerada um trabalho que visa gerar melhorias na a eficiência e eficácia dos projetos.